16:31 27 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    3310
    Nos siga no

    Pequim segue impulsionando sua força naval e, para isso, aposta nos submarinos nucleares, que são peça fundamental nos planos da Marinha chinesa.

    A frota de submarinos nucleares da China não tem crescido tanto devido à capacidade limitada de construção, já que o país possui apenas um estaleiro capaz de produzir este tipo de navios.

    Contudo, o estaleiro de Bohai, em Huludao, província de Liaoning, está passando por uma melhoria e aumentando suas capacidades. Uma imagem de satélite sugere uma expansão da capacidade da instalação.

    Já se esperava que a frota de submarinos movidos a energia nuclear da China aumentasse. Mas este último desenvolvimento sugere que Pequim poderia construir submarinos a um ritmo ainda mais rápido, segundo o portal USNI News.

    A inteligência norte-americana prevê que a China venha a dispor de seis submarinos nucleares de ataque até 2030.

    Uma imagem de satélite revelou que os chineses estão construindo um novo pavilhão de montagem de grandes dimensões, que supostamente seria utilizado para a construção de uma nova geração de submarinos nucleares, sendo que a instalação permitiria a produção de duas embarcações simultaneamente.

    ​Os chineses estão elevando a capacidade do estaleiro de submarinos nucleares.

    Além disso, é estimado que os submarinos de próxima geração da China possuam capacidades furtivas aprimoradas.

    O rápido desenvolvimento chinês mostra que o país voltou suas atenções para a modernização da defesa, elevando sua capacidade militar para proteger o desenvolvimento econômico e garantir a soberania.

    Mais:

    Marinha chinesa instala potentes geradores que permitirão uso de canhões eletromagnéticos em navios
    Marinha chinesa é a maior do mundo, com 350 navios de guerra, diz relatório do Pentágono
    Marinha chinesa teria reforçado frota naval com 6 submarinos nucleares
    Tags:
    estaleiro, submarino nuclear, submarinos, submarino, China, Pequim
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar