05:05 25 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    71516
    Nos siga no

    A administração Trump planeja vender três sistemas avançados de armas para Taiwan após notificar o Congresso nesta sexta-feira (9).

    A administração do presidente norte-americano Donald Trump notificou o Congresso do país sobre negociações para a venda de armamentos a Taiwan, em meio a tensões entre a ilha e a China, informa o portal Defense News.

    Inicialmente divulgada pela Reuters, a notificação segue relatos de que o governo dos EUA busca negociar uma venda ainda maior de armas para Taiwan.

    O movimento provavelmente vai gerar desconforto em Pequim, uma vez que a China considera Taiwan como seu território rebelde, sem descartar o uso da força para o recuperar.

    Médicos participam das celebrações do Dia Nacional em frente da sede da Presidência em Taipé, Taiwan, 10 de outubro de 2020
    © REUTERS / Ann Wang
    Desfile no Dia Nacional da República da China

    A venda envolve o Sistema de Foguetes de Artilharia de Alta Mobilidade (HIMARS) da companhia Lockheed Martin, o míssil de precisão SLAM-ER da Boeing, além de sensores externos para os caças F-16 de Taiwan.

    Para além disso, nas últimas semanas, a administração Trump anunciou um acordo de venda de 66 caças F-16 para Taiwan, a realização de uma visita de alto nível da Secretaria de Estado dos EUA, e planos para um novo diálogo econômico com Taiwan focado em tecnologia, saúde, energia e outros setores.

    De acordo com a agência, as notificações de vendas de outros itens militares, incluindo sofisticados drones e minas navais, ainda devem chegar ao Congresso.

    Mais:

    Navio de guerra do Canadá navega pelo estreito de Taiwan em meio a tensões com China
    BBC confunde desfile militar da Coreia do Norte com Taiwan
    Pequim condena incursão de destróier dos EUA em suas águas territoriais no mar do Sul da China
    Tags:
    China, Taiwan, armas, Lockheed Martin, EUA, Congresso dos EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar