08:56 30 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    10251
    Nos siga no

    A Marinha dos EUA informou que duas de suas aeronaves colidiram durante um reabastecimento aéreo.

    De acordo com as autoridades da Marinha, a colisão envolvendo um avião KC-130J e um caça F-35B ocorreu durante um reabastecimento aéreo na Califórnia, causando a queda do caça norte-americano.

    ​Aproximadamente às 16h00 foi reportado que um F-35B colidiu com um KC-130J durante um reabastecimento aéreo, resultando no acidente do F-35B. O piloto do F-35B se ejetou com sucesso e está recebendo cuidados médicos.

    Segundo informações, o piloto da aeronave acidentada se ejetou a tempo e está recebendo os cuidados médicos necessários.

    O KC-130J pousou em segurança nas proximidades do Aeroporto Regional Jacqueline Cochran, na Califórnia.

    ​Pouso de emergência de um KC-130J em uma área próxima da base aérea El Centro na Califórnia, após colisão com um caça F-35B Lightning II da Marinha dos EUA durante reabastecimento aéreo.

    As causas exatas do acidente ainda são desconhecidas, e o número de tripulantes a bordo das aeronaves também não foi informado, assim como o estado de saúde do piloto que se ejetou do caça.

    O avião-tanque KC-130J possui motores turboélice de baixo consumo, podendo alcançar a velocidade máxima de 600 quilômetros por hora. Além disso, a aeronave tem uma autonomia de 3.800 quilômetros com uma carga de até 20 toneladas.

    O caça F-35B foi desenvolvido para realizar decolagens curtas e pousos verticais, características necessárias parar operar em porta-aviões menores.

    Mais:

    Marinha dos EUA inicia desenvolvimento de novo caça-bombardeiro de 6ª geração
    'EUA não devem ameaçar submarinos russos com mísseis balísticos', diz veterano da Marinha dos EUA
    Marinha dos EUA descobre que gafanhotos são eficazes em encontrar bombas
    Tags:
    F-35, acidente aéreo, Marinha dos EUA, avião de assalto, avião de combate, avião de ataque
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar