21:28 20 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    257
    Nos siga no

    Alguns dos drones serão equipados com fuzis de assalto, metralhadoras e lança-granadas para apoiar os militares no campo de batalha.

    A Coreia do Sul iniciou um programa para desenvolver drones militares, que incluem como objetivos o reconhecimento e o combate, segundo a Administração do Programa de Aquisições de Defesa (DAPA, na sigla em inglês).

    Os sul-coreanos investirão US$ 2,3 bilhões (R$ 12,1 bilhões) nos próximos 10 anos para construir os equipamentos, e alguns deles contarão com fuzis de assalto, metralhadoras e lança-granadas para apoiar as tropas no campo de batalha.

    Reprodução do caça KF-X da Coreia do Sul
    © AP Photo / Ahn Young-joon
    Reprodução do caça KF-X da Coreia do Sul

    O país planeja ter as tecnologias prontas para realizar o projeto em 2022, ano em que pretende começar os trabalhos para finalizar sua plataforma armamentista.

    Anteriormente, a Coreia do Sul realizou o primeiro voo do helicóptero não tripulado Night Intruder 600 VT, quando demonstrou suas capacidades de se suspender no ar e seguir uma trajetória horizontal.

    Após o êxito, o Ministério da Defesa sul-coreano planejou variar a carga útil da aeronave em função de suas missões.

    Mais:

    Coreia do Sul não exclui opções militares como resposta a folhetos de Pyongyang
    Por que Kim Jong-un estaria pausando seu plano de ação militar contra Coreia do Sul?
    Líder norte-coreano Kim Jong-un suspende planos militares contra Coreia do Sul
    Tags:
    veículo aéreo não tripulado, tropas, Coreia do Sul, drones, drone, equipamento militar
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar