22:10 30 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    6731
    Nos siga no

    Novo míssil expandirá capacidades do caça russo, que pode se tornar o melhor destruidor de navios do mundo.

    A revista Military Watch observa que o novo míssil ajudará a aeronave a destruir eficazmente alvos de superfície em distâncias extremas.

    A Rússia está planejando equipar as aeronaves com o novo míssil de cruzeiro antinavio Kh-32, que revolucionará as capacidades tanto das aeronaves quanto da Força Aeroespacial do país para combater embarcações inimigas.

    A mais recente versão da aeronave, Su-30SM, é uma das aeronaves mais capazes do mundo e deve receber uma série de melhorias, incluindo motores mais potentes e sensores atualizados.

    A "transformação" da aeronave pode elevar sua exportação, principalmente aos países que possuem importantes interesses marítimos, como Índia, Vietnã e Indonésia.

    Caça Su-30M2 no aeródromo de Belbek, perto de Sevastopol
    © Sputnik / Aleksei Malgavko
    Caça Su-30M2 no aeródromo de Belbek, perto de Sevastopol

    O míssil Kh-32 pode atingir alvos a uma velocidade de Mach 4,6 e, de acordo com algumas informações, pode ultrapassar Mach 5.

    "Suas características mais notáveis são seu desempenho de voo, manobrabilidade e o alcance impressionante de 1.000 quilômetros", informa a revista.

    O Kh-32 foi projetado para penetrar nas defesas antimísseis dos EUA, podendo voar a uma altitude de 40 quilômetros, acima do alcance dos mísseis norte-americanos SM-2 que protegem os grupos de porta-aviões dos EUA.

    O projétil segue uma trajetória que dificulta sua interceptação, mergulhando e atacando os alvos a velocidades extremas, o que dificulta sua detecção pelos radares inimigos, ressalta a revista.

    Projetado inicialmente para os bombardeiros Tu-22M3M, o míssil possui contramedidas eletrônicas avançadas e sua integração com o Su-30 elevará significativamente a versatilidade do caça.

    A Military Watch ressalta que a "integração vai revolucionar as capacidades antinavio do Su-30".

    Mais:

    Japão aciona caças para acompanhar bombardeiros russos Tu-95MS sobre Pacífico (VÍDEO)
    Caça russo Su-27 levanta voo devido à aproximação de aeronave italiana
    Caças russos Su-27 interceptam 4 aviões da OTAN em 1 dia
    Tags:
    míssil, Rússia, Su-30, avião de assalto, avião de combate, avião de ataque
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar