09:04 21 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    285
    Nos siga no

    O projétil não tinha ogiva de combate, mas era equipado com três veículos recuperáveis que foram submetidos a testes.

    Militares dos EUA lançaram na manhã desta terça-feira (4) um míssil balístico Minuteman III a partir da Base Aérea de Vandenberg, na Califórnia.

    O míssil decolou "desarmado", porém equipado com três veículos de reentrada, os quais voaram mais de 6.700 quilômetros sobre o oceano Pacífico até alcançar o atol Kwajalein, nas ilhas Marshall.

    Anthony Mastalir, comandante da 30ª Ala Espacial dos EUA, destacou a capacidade dos militares de manter as operações em meio às medidas contra a COVID-19 e qualificou a força nuclear que estes mísseis representam como "segura, confiável e eficaz".

    O comunicado emitido pelos militares afirma que este tipo de lançamento não é apenas uma reação a outros eventos mundiais, enfatizando que o êxito do teste "demonstra que, inclusive durante a pandemia, o Comando de Ataque Global da Força Aérea manteve diversos níveis de capacidade redundante", algo que permite garantir a dissuasão nuclear.

    O Minuteman III é um componente central das forças nucleares estratégicas dos EUA. Fabricado pela primeira vez no final dos anos 1960, espera-se que este míssil balístico intercontinental siga operacional até 2025.

    Mais:

    EUA planejam terminar desenvolvimento de novo míssil balístico intercontinental até 2025
    Marinha dos EUA testa com êxito míssil balístico Trident II capaz de transportar ogiva nuclear
    Marinha dos EUA lança míssil em meio a tensões com Pequim no mar do Sul da China (FOTOS)
    Tags:
    exercícios, testes, teste, EUA, míssil balístico, míssil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar