23:26 03 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    7625
    Nos siga no

    A Marinha dos EUA ainda não reabasteceu o estoque de mísseis do navio de combate litorâneo USS Gabrielle Giffords.

    O navio possui um moderno sistema de lançamento Mk 87 Mod 0, projetado para oito mísseis furtivos RGM-184A Naval Strike Missile.

    Em outubro passado, durante um treinamento na ilha de Guam, a tripulação do Giffords atingiu e afundou com um desses mísseis uma fragata desativada.

    Desde então, a embarcação patrulha as águas do mar do Sul da China. No entanto, ele o faz com munição incompleta, já que o espaço vazio deixado pelo míssil utilizado nunca foi preenchido, segundo a mídia.

    USS Gabrielle Giffords
    © AP Photo / Brynn Anderson
    USS Gabrielle Giffords

    A Marinha norte-americana não informou o motivo pelo qual o míssil "perdido" nunca foi substituído por um novo.

    O portal The Drive sugere que a falta do míssil se deve a problemas na interação entre o desenvolvedor da arma, a empresa norueguesa Kongsberg, e a fabricante norte-americana Raytheon.

    Por sua vez, especialistas consideram a situação inaceitável, principalmente quando o país tentar demonstrar suas capacidades bélicas à China.

    Mais:

    Marinha dos EUA envia 2 porta-aviões para o Pacífico em meio a tensões com China
    Capacidade de novo sistema de interferência eletrônica da Marinha dos EUA inquieta autoridades
    China poderia superar Marinha norte-americana, adverte Congresso dos EUA
    Tags:
    míssil, Marinha, Marinha dos EUA, navios, navio
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar