19:30 06 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    4291
    Nos siga no

    A Força Aérea da Rússia irá adquirir 76 novos caças-bombardeiros Su-34. Suas capacidades de combate superam em duas vezes a versão anterior Su-24, aponta jornal Izvestia.

    De acordo com a edição, as aeronaves são capazes de se defenderem muito bem das ameaças aéreas. Os modernos caças-bombardeiros bimotores de dois lugares Su-34 devem substituir os antigos Su-24.

    No fim de maio, Moscou assinou um contrato com a Corporação Aeronáutica Unida (OAK, na sigla em russo) para produção de 76 novos caças-bombardeiros Su-34. Espera-se que sejam produzidas entre 8 e 14 aeronaves por ano, tendo em conta que o programa vai durar até 2027.

    Avião Su-34 levanta voo na base aérea de Hmeymim, Síria
    © Sputnik / Maksim Blinov
    Avião Su-34 levanta voo na base aérea de Hmeymim, Síria

    A versão base do Su-34 tem a fuselagem do caça Su-27, mas com adição de uma cabine para duas pessoas.

    O caça-bombardeiro é capaz de atingir alvos a uma distância de cerca de 965 km e tem capacidade para transportar 12 toneladas de bombas e mísseis, incluindo mísseis ar-ar.

    Além disso, o avião supersônico é armado com um canhão de 30 mm, possui um radar multimodo e sistemas de guerra eletrônica L-175V Khibiny. Cada aeronave custa aproximadamente US$ 40 milhões (R$ 214 milhões) e pode ser comparada com o F-15E da Força Aérea dos EUA.

    Mais:

    Ministério da Defesa da Rússia adquire bombardeiros Su-34 modernizados
    Bombardeiro B-1B dos EUA realiza operação com caças poloneses perto de fronteira russa (VÍDEO)
    Bombardeiros Tu-160 da Rússia são escoltados por caças da OTAN no mar Báltico (VÍDEO)
    Tags:
    mísseis, avião supersônico, Bombardeiro, Força Aérea da Rússia, Síria, avião militar, Su-34
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar