02:25 21 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    6818
    Nos siga no

    O Exército dos Estados Unidos e o consórcio Raytheon estão desenvolvendo um novo míssil de precisão de 155 mm, que deve permitir destruir comboios de veículos blindados a grandes distâncias.

    O objetivo é criar uma arma contra veículos blindados mais potente que os mísseis antitanque TOW ou Javelin, sendo que o primeiro tem um alcance de apenas três quilômetros, enquanto o mais avançado dos Javelin não chega aos cinco quilômetros.

    Ou seja, ambos os armamentos estão na linha de fogo dos veículos de combate inimigos, escreve Fox News.

    O novo projétil, guiado por GPS e batizado de Excalibur é projetado para "aumentar o alcance de ataque das forças terrestres e alterar alguns dos elementos tradicionais da estratégia de guerra". De acordo com a mídia, o alcance da nova arma será de 30 quilômetros.

    Soldados do Exército dos EUA disparam de um morteiro em Candaar, Afeganistão (foto de arquivo).
    © REUTERS / Baz Ratner
    Soldados do Exército dos EUA disparam de um morteiro em Candaar, Afeganistão (foto de arquivo)

    Anteriormente, a Frota do Pacífico da Marinha dos EUA anunciou que o navio anfíbio USS Portland derrubou com sucesso um drone com um outro tipo de projétil, uma arma laser.

    A Frota do Pacífico declarou que o sistema de armas está sendo desenvolvido devido ao "crescente número de ameaças", incluindo drones, pequenas embarcações armadas e sistemas de vigilância e reconhecimento dos adversários.

    Mais:

    Pentágono gastará US$ 300 milhões em exportação de mísseis Javelin a aliados
    Tanque T-90A sobrevive a impacto de míssil antitanque na Síria (VÍDEO)
    Síria apreende estoque de armas dos terroristas incluindo vários mísseis antitanque dos EUA (FOTOS)
    Tags:
    mísseis antitanque, morteiros, Javelin, armamentos, Exército dos EUA, veículos blindados, artilharia, mísseis TOW
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar