14:09 21 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    4199
    Nos siga no

    Na quinta-feira (14), o presidente norte-americano, Donald Trump, criticou fortemente a cadeia de suprimentos do caça F-35 no que diz respeito a flexibilidade e distribuição internacional.

    Trump prometeu consertar os atrasos de produção do moderno caça F-35 em uma entrevista para o canal Fox Business Network.

    O presidente afirmou que a produção do caça é um exemplo da "estupidez que eu vi" na administração do comércio internacional dos Estados Unidos, apontando para o que caracterizou como inabilidade de seus predecessores, segundo o portal Breaking Defense.

    "É um ótimo caça, e nós fazemos partes para este caça no mundo inteiro. Fazemos na Turquia, fazemos aqui, a faremos lá. Tudo porque o presidente [Barack] Obama e outros – não estou só acusando Obama – pensaram ser uma coisa fantástica a se fazer", afirmou Trump em relação à produção estrangeira de partes do caça F-35.

    "O problema é que, se tivermos um problema com um país, não é possível fazer o caça. Pegamos peças de todos os lugares. Isso é muito louco. Devíamos fazer tudo nos EUA", comentou o presidente norte-americano.

    Donald Trump ainda alertou que, caso as relações turco-americanas se deteriorem, Turquia poderia se recusar a entregar peças aos EUA.

    Apesar da Turquia ter participado do processo de desenvolvimento do moderno caça, a decisão do governo turco de usar os sistemas russos de defesa antiaérea S-400 foi usada por Washington para proibir o lado turco de adquirir ou utilizar caças F-35, alegando questões de segurança.

    Mais:

    Turquia pretende comprar mísseis Patriot dos EUA e manter S-400 russos
    Arábia Saudita impede Irã de participar de reunião sobre 'plano de paz' de Donald Trump
    Versão naval recém-modificada do caça chinês JL-9 realiza 1º voo
    Tags:
    EUA, aeronave, caça, Donald Trump, Turquia, F-35
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar