00:08 14 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    4151
    Nos siga no

    O governo alemão deu autorização às companhias Lockheed Martin e MBDA para que compitam novamente por contrato de programa de defesa antiaérea.

    A última solicitação por uma proposta, transmitida nesta quarta-feira (6), é a terceira interação após falharem tentativas anteriores de definir um contrato. Caso os fornecedores decidam prosseguir com a negociação, uma nova oferta é esperada ao longo dos próximos meses, revela publicação da Defense News.

    Um porta-voz da Lockheed Martin confirmou o recebimento da solicitação, mas disse que a companhia não poderia comentar mais detalhes.

    O programa prevê a substituição dos sistemas Patriot. A Alemanha almeja um sistema que garanta o máximo de autonomia nacional para seus operadores militares. Desta forma, o governo alemão deseja possuir os direitos sob o software e hardware necessários, dispensando consultar Washington para utilizar ou modificar estes armamentos.

    A solicitação anterior se tornou uma dor de cabeça nas negociações com a indústria, especialmente em relação aos sistemas Patriot, produzidos pela norte-americana Lockheed Martin.

    Notícias sobre o possível programa militar bilionário ocorrem após o Ministério da Defesa da Alemanha anunciar, em abril, grandes aquisições. O governo propôs a compra de caças Eurofighter e F-18 para substituir a frota de caças Tornado em 2030, levando advogados da indústria, legisladores e analistas a debaterem a questão.

    Mais:

    'Cabo de guerra': Pentágono e Lockheed Martin reclamam acesso a sistema do caça F-35
    Pentágono fecha contrato milionário de armas hipersônicas com Lockheed Martin
    Partido alemão se opõe à presença 'nuclear' de armas dos EUA na Alemanha
    Tags:
    sistema de mísseis, Patriot, Lockheed Martin, Alemanha, defesa
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar