15:12 15 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    3521
    Nos siga no

    A nova munição será capaz de penetrar coletes à prova de bala de segunda classe de proteção. Este efeito se alcança graças ao aumento de massa da bala e à forma especial de sua ponta.

    Especialistas do Instituto Central de Pesquisa de Engenharia de Precisão da Rostec desenvolveram um novo cartucho para disparos de calibre 9 mm que tem capacidades aprimoradas de perfuração, informa a corporação estatal em um comunicado de imprensa.

    O cartucho foi desenvolvido para aumentar as capacidades de combate da pistola Udav, incrementando a velocidade de disparo do projétil.

    "A nova munição é capaz de penetrar a cobertura corporal de segunda classe de proteção, enquanto mantém maiores indicadores de silêncio do disparo", diz a Rostec. O efeito melhorado da penetração se deve ao aumento da massa da bala e à forma especial de sua ponta.

    O editor-chefe da revista Kalashnikov, Mikhail Degtyarev, explicou ao canal RT que a munição foi desenhada para ser usada em operações especiais em que os soldados precisam "ocultar suas ações o máximo possível".

    Segundo Ruslan Sergeev, especialista do Escritório de Análise Político-Militar, "a munição é capaz de perfurar coletes à prova de bala feitos de materiais Kevlar multicapa ou ligas leves de titânio. Para tal, a massa da bala aumentou, porém, o mais importante é um novo núcleo parecido a um cinzel".

    Sergeev afirma que o caráter silencioso do disparo é o elemento mais importante no trabalho de franco-atiradores e combatentes de várias forças especiais quando necessitam excluir a probabilidade de serem detectados pelo inimigo.

    Mais:

    Munição contra manifestantes: balas de borracha geram polêmica após proibição no Chile
    Kalashnikov nomeia deficiências de fuzil americano em comparação com AK
    Fuzil Kalashnikov ontem e hoje
    Tags:
    bala, armamento, munição, Rússia, arma, defesa
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar