00:01 06 Abril 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    3513
    Nos siga no

    Apesar de uma audiência no Congresso norte-americano, o general John Raymon, comandante da Força Espacial dos Estados Unidos, deu pouca informação sobre a nova força militar.

    Durante uma audiência nesta quarta-feira (4) sobre a autorização do orçamento para o ano fiscal de 2021, membros do Comitê de Serviços Armados da Câmara dos Deputados perguntaram ao comandante da Força Espacial questões relacionadas a lançamentos, tropas de reserva e futuras atribuições.

    Em resposta, Raymond afirmou que é responsável pela criação das competências e organização da equipe que configurará a Força Espacial, convidando novas pessoas a ajudá-lo nesta missão, revela a publicação Space.

    Porém, além de anúncios públicos sobre uniformes e logotipo, muito do que a Força Espacial está fazendo parece ser classificado.

    Apesar de audiência no Congresso, as atividades da Força Espacial dos EUA continuam um mistério

    O general disse repetidas vezes, ao longo da audiência, que precisaria falar em privado com os membros do Comitê, uma vez que, aparentemente, muitas dessas informações são confidenciais.

    A nova força é um braço militar autônomo criado pela administração Trump em dezembro 2019 após anúncios feitos pelo presidente norte-americano. A Força Espacial dos Estados Unidos foi criada para proteger os interesses do país no espaço, em meio a um cenário cada vez mais competitivo com outras potências.

    Mais:

    Aprovação da Força Espacial dos EUA suscita muitas dúvidas
    Como naves espaciais seriam capazes de chegar perto da velocidade da luz? Teoria tem resposta
    Rússia flagra 25 aviões-espiões perto de seu espaço aéreo
    Tags:
    força espacial, Estados Unidos, Espaço
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar