18:02 04 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    12785
    Nos siga no

    Em meio a tensões em Idlib, na Síria, Moscou anuncia envio de duas fragatas ao mar Mediterrâneo.

    Nesta sexta-feira (28), a Rússia divulgou que duas fragatas passariam pelo estreito de Bósforo em direção ao Mediterrâneo, enquanto as tensões entre Ancara e Damasco não param de escalar após a morte de 33 soldados turcos.

    As fragatas Admiral Grigorovich e Admiral Makarov deixaram o porto de Sevastopol, na Crimeia, e começaram a atravessar o estreito de Bósforo, declarou Aleksei Rulev, porta-voz da Frota do Mar Negro da Marinha russa a jornalistas da Sputnik.

    As duas fragatas – equipadas com mísseis de cruzeiro Kalibr – "realizam uma travessia planejada de Sevastopol ao alto mar, onde vão integrar o grupo permanente da Marinha no Mediterrâneo", acrescentou Rulev sem estipular em que área as fragatas irão permanecer.

    ​Fragatas Admiral Grigorovich e Admiral Makarov atravessam Bósforo em direção ao mar Mediterrâneo

    Esta missão russa se inicia horas após a morte dos soldados turcos na província síria de Idlib, atingidos por ataques aéreos sírios.

    Ancara declarou ter efetuado bombardeamentos de represália contra o Exército sírio na província. "Todas as posições conhecidas do regime foram alvo de fogo de nossas unidades terrestres e aéreas", afirmou o diretor de comunicação do presidente turco, Fahrettin Altun, em um comunicado.

    Dezesseis soldados do Exército sírio foram mortos pelos ataques turcos, segundo o Observatório Sírio para os Direitos Humanos. Até o momento Damasco não comentou a escalada de tensões com Ancara na região, nem forneceu um número oficial de mortos.

    ​Fragatas russas Admiral Grigorovich e Admiral Makarov passaram pelo Bósforo

    Como Estado costeiro do mar Negro, a Rússia está vinculada à Convenção de Montreux de 1936 sobre a livre circulação nos estreitos de Dardanelos e Bósforo de seus navios de guerra. Segundo seus termos, a Turquia é obrigada a permitir a passagem de navios de guerra russos, a menos que a Turquia seja parte de um conflito ou "se considere ameaçada por um perigo de guerra iminente".

    Mais:

    Turquia 'fez xeque-mate' a Grécia e Chipre no Mediterrâneo Oriental, dizem especialistas
    Estados Unidos estão tentando reforçar sua posição no Mediterrâneo, diz mídia
    Força Aérea russa não operava na área da Síria onde soldados turcos morreram, diz Defesa da Rússia
    Tags:
    fragata, Idlib, Síria, Estreito de Bósforo, Mar Negro, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar