19:35 02 Julho 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    9330
    Nos siga no

    A principal empresa chinesa de aviação militar, Shenyang, estaria fabricando um novo lote de caças J-15 para serem utilizados em seus porta-aviões.

    O novo lote deve contar com uma série de melhorias consideráveis. A aeronave entrou em operação em 2012 e, desde então, vem passando por diversos testes rigorosos e treinamentos a bordo do porta-aviões Liaoning, da Marinha chinesa.

    A Marinha chinesa segue aprimorando as aeronaves com tecnologias de próxima geração, e desta vez deverá equipar o J-15 com perfis que terão 70% menos superfície detectável por radar, segundo a Military Watch.

    Além disso, o caça será equipado com novos motores WS-10, que serão mais potentes, melhorando seu desempenho tanto de voo quanto de decolagem. Um radar AESA também será integrado.

    O J-15 deverá se tornar compatível com diversos tipos de novas munições, como o míssil ar-ar PL-15, que possui alcance de 200 quilômetros. Além das munições, a aeronave ainda poderia contar com adaptações para o sistema de lançamento eletromagnético, já que os próximos porta-aviões chineses deverão utilizar estes sistemas de lançamento.

    Mais:

    China inicia treinamento com caças J-15 em meio a tensões no mar do Sul da China (VÍDEO)
    Caças indianos realizam manobras para estarem prontos em caso de guerra com China
    Comando militar do Sul da China testa ataques aéreos com caças (FOTOS)
    Tags:
    porta-aviões, China, avião de assalto, avião de combate, avião de ataque
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar