15:22 30 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    5330
    Nos siga no

    A Rússia planeja aumentar no Ártico o número de radares Rezonans-N de última geração, concebidos para localizar até mesmo os alvos voadores mais furtivos.

    Segundo relatos, as forças russas implementarão mais cinco radares, além dos cinco já encomendados.

    De acordo com o Mikhail Khodarenok, coronel aposentado das Forças de Defesa Antiaérea russa e ex-oficial do Estado-Maior da Rússia, essa implantação aumentaria "significativamente a capacidade de vigilância das Forças Armadas russas" no Ártico russo.

    "Uma qualidade particularmente valiosa do [radar] Rezonans-N é a sua capacidade de detectar mísseis de cruzeiro hipersônicos", explicou o coronel ao canal RT.

    O radar avançado de matriz faseada pode detectar e rastrear alvos de difícil detecção a 600 quilômetros, bem como mísseis balísticos voando a 1.200 quilômetros de distância a uma altitude de 100 quilômetros, disse o especialista militar ao canal russo RT.

    Khodarenok comenta que a meta agora é alcançar uma proteção por radar qualitativa e não quantitativa.

    Radar russo Voronezh (imagem de arquivo)
    © Sputnik / Aleksandr Yuriev
    Radar russo Voronezh (imagem de arquivo)

    O presidente russo Vladimir Putin declarou no início deste ano que a Rússia está gastando muito menos com a defesa e está usando seu dinheiro de forma mais eficiente, desenvolvendo uma série de armas avançadas que seus rivais estão lutando para copiar.

    "Hoje, temos uma situação única em nossa história nova e recente – eles [EUA] estão tentando nos alcançar", afirmou.

    A Rússia lançou uma série de armas hipersônicas de última geração ao longo do último ano, com algumas já estando em serviço, incluindo um planador hipersônico chamado Avangard.

    Mais:

    'A batalha começou': por que Rússia está instalando um 'guarda-chuva' antiaéreo no Ártico?
    Rússia está desenvolvendo aeródromos móveis para a região do Ártico
    Rússia mantém liderança no Ártico, de acordo com especialista militar
    Tags:
    radar, tecnologia furtiva, míssil hipersônico, Ártico
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar