22:16 25 Maio 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    2110
    Nos siga no

    Os aviões de combate serão equipados com a versão ar-superfície do míssil BrahMos, capaz de transportar um projétil de 2,5 toneladas, informou a Forças Aérea da Índia (IAF, na sigla em inglês).

    A Força Aérea do país asiático integrou oficialmente na segunda-feira (20) sua 1ª esquadrilha de caças Sukhoi Su-30MKI, armados com mísseis de cruzeiro russo-indianos BrahMos.

    ​A nova esquadrilha de caças Su-30MKI Tubarões-Tigre foi recebida na base aérea de Thanjavur com saudações de jatos de água.

    A cerimônia oficial teve lugar na base aérea de Thanjavur, no estado de Tamil Nadu, que acolhe a recém-criada esquadrilha 222, denominada de Tiger Sharks (Tubarões-Tigre, em português).

    Altos funcionários estiveram presentes no evento oficial, entre eles o chefe do Estado-Maior da Defesa da Índia, general Bipin Rawat, e o chefe da Força Aérea, marechal Rakesh Kumar Singh Bhadauria.

    O [esquadrão] Tubarões-Tigre foi ressuscitado com aeronaves Su-30 MKI. Ele será incumbido do domínio aéreo, de papel marítimo e será equipado com versão ar-superfície do míssil BrahMos.

    "A Região do Oceano Índico (IOR), uma zona marítima central que banha três continentes, tem um papel importante a desempenhar na paz, segurança e prosperidade regional. A IAF é uma força estratégica essencial, está tudo preparado para estender o seu alcance para a vasta região IOR" disse em comunicado o marechal da Força Aérea Amit Tiwari.

    Anteriormente, a Índia solicitou oficialmente à Rússia a modernização de sua frota de caças Su-30MKI, tendo o pedido sido divulgado por um dos comandantes da IAF, Birender Singh Danoa. 

    Os jatos Su-30 são usados na Índia há 20 anos, o que torna modernização dos mesmos necessária agora. Os Su-30MKI foram desenhados pela empresa russa Sukhoi e construídos pela indiana Hindustan Aeronautics.

    Mais:

    Filipinas estão próximas de comprar mísseis BrahMos da Índia
    'Nossos sucessos deixam EUA nervosos': especialista militar comenta testes do míssil BrahMos
    Tags:
    Rússia, Índia, Oceano Índico, Su-30MKI, BrahMos, Forças Aéreas da Índia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar