21:50 30 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    16931
    Nos siga no

    A Marinha dos EUA poderá equipar seus destróieres com mísseis desenvolvidos para atacar qualquer parte do planeta em questão de minutos, segundo relatos.

    Com isso, Washington não precisaria esperar pelo envio de equipamentos necessários para uma determinada região de conflito e poderia realizar "um ataque rápido" a partir de posições seguras.

    O destróier norte-americano USS Zumwalt poderia ser equipado com mísseis convencionais de grande alcance, o que permitiria atacar qualquer parte do planeta em questão de minutos, segundo o capitão Kevin Smith, encarregado do projeto de destróieres da classe Zumwalt.

    "Esta seria uma plataforma perfeita para um ataque convencional rápido", declarou Smith à Fox News.

    O programa de Ataque Rápido Convencional (CPS) foi projetado durante a presidência de George W. Bush, e envolve o equipamento de mísseis balísticos com ogivas convencionais, que poderiam atingir velocidades e alcance semelhantes ao das armas nucleares.

    Dessa maneira, Washington não precisaria esperar pelo envio de armas necessárias para uma determinada região de conflito e poderia realizar um "ataque rápido" a partir de posições seguras, detalha a Fox News.

    No entanto, o programa provocou preocupações pois, com suas características, os mísseis convencionais podem ser confundidos com armas nucleares.

    "O CPS poderia alterar a estabilidade e possivelmente elevar o risco de uma resposta nuclear a um ataque dos EUA", informa o Serviço de Investigação do Congresso dos EUA.

    Mais:

    Militares dos EUA correm risco de fogo amigo com novo sistema de visão, segundo especialistas
    Clarão misterioso é visto nos céus dos EUA e intriga internautas (VÍDEO)
    EUA podem sancionar Iraque pelo seu interesse nos sistemas de defesa russos S-400
    Tags:
    destróier, mísseis, Marinha, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar