11:15 07 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Embraer realiza teste de voo do novo cargueiro da FAB

    Embraer anuncia novo nome do KC-390 após acordo com Boeing

    © REUTERS / EMBRAER
    Defesa
    URL curta
    211136
    Nos siga no

    A Embraer e a Boeing anunciaram nesta segunda-feira (18) durante o Dubai Air Show o novo nome e a designação de sua aeronave de transporte multimissão, antigo KC-390.

    A partir da fusão com a estadunidense a aeronave passará a se chamar C-390 Millennium.

    O KC-390 era o maior avião já produzido no Brasil e a companhia vai manter a produção das aeronaves que já estavam negociadas. Além disso existirá a opção de manter a designação KC-390 para quem optou por comprar a aeronave com capacidade de reabastecimento aéreo.

    "O C-390 Millennium pode executar uma variedade de missões, como transporte de carga e tropas, lançamento aéreo de cargas e paraquedistas, busca e salvamento, combate aéreo a incêndios, evacuação médica e missões humanitárias. A designação KC-390 será mantida para os clientes que optaram pela capacidade de reabastecimento aéreo", escreveu a Embraer em um comunicado.

    ​Em agosto deste ano, Portugal assinou um contrato para adquirir cinco aeronaves com entregas previstas para 2023. A Força Aérea Brasileira (FAB) recebeu sua primeira aeronave em 4 de setembro de 2019.

    A joint venture criada pelas companhias para promover novos mercados para a aeronave C-390 Millennium se chamará "Boeing Embraer – Defense". Órgãos internacionais ainda precisarão aprovar a parceria.

    A Embraer terá 51% de participação na Boeing Embraer - Defense, enquanto a Boeing vai ficar com os 49% restantes.

    Mais:

    Acordo Boeing-Embraer é questionado por acionistas minoritários na Comissão Europeia
    Embraer KC-390 seria fundamental para avanço tecnológico que faltava ao Brasil?
    Gigante brasileiro KC-390 entra em fase final de testes
    Portugal fecha acordo bilionário com Embraer para novo KC-390
    Tags:
    aviação, avião, Boeing, aeronave, Embraer, KC-390
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar