00:42 18 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Aeronaves norte-americanas Osprey na base militar em Okinawa, Japão, 2014

    Manobras de tropas americanas causam desconforto em Okinawa

    © AFP 2019 / TORU YAMANAKA
    Defesa
    URL curta
    960
    Nos siga no

    A prefeitura de Okinawa expressou seu repúdio ao governo central do Japão pelos exercícios militares das forças americanas na base aérea de Kadena.

    "O desconforto é enorme porque a base de Kadena continua a ser usada para exercícios de desembarque aéreo", referiu o vice-governador de Okinawa, Kiichiro Jahana.

    As tropas dos EUA conduziram ontem à noite seu quarto treinamento militar deste ano nesta base, apesar do acordo de 1996 entre o Japão e Estados Unidos para que estes exercícios fossem realizados na ilha de Ie.

    Jahana enfatizou que "está aumentando a desconfiança da população no governo" do primeiro-ministro Shinzo Abe.

    Yoshihide Suga, porta-voz do governo japonês, afirmou em 30 de outubro que devem existir condições "excepcionais" para as manobras militares serem realizadas na base aérea de Kadena.

    Os americanos afirmam que os exercícios foram movidos de Ie para a base de Kadena, em Okinawa, devido ao mau tempo.

    A província de Okinawa ocupa 0,6% do território japonês, mas abriga 74% das instalações militares dos EUA no país e mais de metade de suas tropas: 25.800 militares e 19.000 familiares e outros civis.

    Mais:

    Força aérea dos EUA investiga uso de maconha em base de mísseis balísticos
    Revista americana faz relação entre novos submarinos do Japão com celulares
    Coreia do Sul e Japão mobilizaram caças para escoltar Tu-95MS (FOTOS)
    Tags:
    base militar, Okinawa, Japão, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar