14:48 22 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Míssil balístico intercontinental Minuteman 3 sendo lançado durante teste operacional, na base aérea americana de Vandenberg, nos EUA

    Lockheed Martin revela principal problema no desenvolvimento de armas hipersônicas dos EUA

    © AP Photo / Força Aérea dos EUA
    Defesa
    URL curta
    5142
    Nos siga no

    A Lockheed Martin revelou o principal problema para o desenvolvimento de suas armas hipersônicas.

    A tecnologia para fazer com que os mísseis voem a uma velocidade cinco vezes maior que a do som não seria o principal problema no desenvolvimento em série e implantação de armas hipersônicas nos EUA.

    Eric Scherff, um dos principais especialistas industriais em tecnologia hipersônica da Lockheed Martin, afirmou que o desafio mais importante para produzir e integrar armas hipersônicas em massa estaria ligado à cadeia de suprimentos requeridas para que essas armas sejam construídas em grandes quantidades para o Pentágono, cita o Breaking Defense.

    Caças norte-americanos F-35
    © AP Photo / Petros Karadjias
    Caças norte-americanos F-35

    A Lockheed Martin, por sua vez, afirma que está fazendo tudo ao seu alcance para garantir o fluxo de materiais e engenheiros para o desenvolvimento de armas hipersônicas no país.

    Vale destacar que o problema já afetou igualmente um dos programas mais importantes do Pentágono, o projeto do caça F-35, bem como o do míssil ar-terra JASSM.

    Para as forças norte-americanas, as armas hipersônicas são parte de sua estratégia para armas de longo alcance. Entretanto, o corte dos gastos de defesa estaria prejudicando o cronograma do programa. Scherff acredita que o Exército dos EUA conseguirá seu programa de armas hipersônicas até 2023 caso o Congresso aprove uma lei regulando os gastos de defesa.

    Mais:

    Armas nucleares dos EUA na Turquia poderiam ser usadas contra Irã, segundo analista
    EUA gastarão milhões de dólares para substituir componente de 5 dólares de armas nucleares
    EUA pretendem armar seus bombardeiros B-1B com armas hipersônicas de longo alcance
    Tags:
    problemas, F-35, Lockheed Martin, míssil hipersônico, armas, Defesa
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar