18:16 15 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Sistema de defesa antimíssil dos EUA Aegis Ashore na Romênia

    OTAN completa modernização do sistema de defesa antimíssil na Europa

    © CC BY 2.0 / U.S. Army Corps of Engineers Europe District / Aegis Ashore Missile Defense Complex Romania
    Defesa
    URL curta
    2524
    Nos siga no

    OTAN completou a modernização programada do sistema de defesa antimíssil Aegis Ashore instalado na Romênia e que, de acordo com a aliança militar, serve para propósitos puramente defensivos.

    "Esta modernização, que tem sido realizada em toda a frota do sistema de Defesa de Mísseis Balísticos Aegis, não forneceu quaisquer capacidades ofensivas ao sistema terrestre de defesa antimíssil Aegis", refere o comunicado.

    O sistema de mísseis antibalísticos THAAD dos EUA foi deslocado para a base militar de Deveselu, localizada na Romênia, durante o tempo da modernização e será agora reposicionado tal como tinha sido planejado.

    A OTAN salientou que a referida modernização fazia parte do programa norte-americano de Defesa de Mísseis Balísticos na Europa, anunciado em 2009. A estação terrestre do Aegis Ashore irá rastrear potenciais ameaças vindas de fora do bloco militar.

    O plano de colocar novos mísseis dos EUA na Europa foi anunciado por Washington na sequência do anúncio em fevereiro de 2019 de que o país se retiraria do Tratado INF, que limitava o desenvolvimento e a produção de mísseis terrestres com alcance entre 500 e 5.500 quilômetros. Washington justificou a decisão, que entrou em vigor em 2 de agosto, alegando que a Rússia violou o acordo ao desenvolver o míssil 9M729.

    Moscou negou repetidamente as acusações e forneceu aos EUA e a outros países informações comprovativas do não descumprimento do tratado.

    Mais:

    Saiba por que defesa antiaérea dos EUA é ineficaz contra mísseis russos e norte-coreanos
    Rússia monitora implantação dos EUA de sistema antimísseis THAAD na Romênia
    Tags:
    Aegis Ashore, THAAD, Romênia, EUA, OTAN
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar