12:56 20 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Míssil balístico intercontitental Minuteman III é visto na base aérea de Minot, nos EUA (foto de arquivo)

    Divulgada localização das armas nucleares norte-americanas na Europa

    © AP Photo / Charlie Riedel
    Defesa
    URL curta
    71023

    A informação sobre as armas nucleares norte-americanas foi divulgada em um relatório do Comitê da Assembleia Parlamentar da OTAN.

    Em abril passado, um representante do Canadá no Comitê de Defesa e Segurança da Assembleia Parlamentar da OTAN publicou um relatório sobre o armamento norte-americano na Europa, tendo o documento posteriormente sido apagado. O relatório mencionava a localização das cerca de 150 armas nucleares americanas armazenadas nos países europeus da aliança.

    Em 16 de Julho, o jornal belga De Morgen publicou uma cópia do relatório, observando que "as bombas estão armazenadas em seis bases norte-americanas e europeias: Kleine Brogel na Bélgica, Büchel na Alemanha, Aviano e Ghedi-Torre na Itália, Volkel nos Países Baixos e Incirlik na Turquia".

    Além disso, o jornal ressalta que, na semana passada, foi publicado o relatório final, no qual não há qualquer informação sobre os lugares de armazenamento das armas. Joseph Day, autor do relatório, afirma que toda informação no documento foi retirada de fontes abertas.

    Míssil balístico intercontinental Minuteman 3 sendo lançado durante teste operacional, na base aérea americana de Vandenberg, nos EUA
    © AP Photo / Força Aérea dos EUA
    Míssil balístico intercontinental Minuteman 3 sendo lançado durante teste operacional, na base aérea americana de Vandenberg, nos EUA

    "Não é um documento oficial da OTAN", afirmou uma fonte da OTAN, destacando que a aliança "não comenta os detalhes do potencial nuclear da OTAN".

    Com isso, diversos meios de comunicação notaram que o relatório confirma o que muitos já sabiam, ou seja, a presença de armas nucleares norte-americanas na Europa.

    Mais:

    Terras raras: saiba quais são as 'armas secretas' da China na briga comercial com os EUA
    EUA retomam trabalho em usina de destruição de armas químicas
    China avisa que irá impor sanções a empresas dos EUA que venderem armas a Taiwan
    Tags:
    arma nuclear, equipamento militar, armas, Europa, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar