14:02 21 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    4141
    Nos siga no

    Nesta terça-feira (21), o embaixador venezuelano na Rússia, Carlos Rafael Faría Tortosa, afirmou que Rússia e Venezuela continuarão a cooperar no setor da indústria de defesa.

    Tortosa também elogiou a mudança da Venezuela na compra de equipamentos militares, deixando de comprar equipamentos dos EUA em favor de equipamentos russos.

    "Temos uma cooperação frutífera com a Rússia em muitas áreas. Uma dessas áreas é a cooperação militar. Essa cooperação nasceu na época do Comandante Hugo Chávez, quando previu que era necessário mudar os fornecedores de tecnologia e nós mudamos do equipamento dos EUA para a Rússia. Acredito que agora podemos confirmar que foi uma decisão muito inteligente. Esta cooperação continuará", disse Tortosa a repórteres em uma reunião no Ministério de Relações Exteriores da Rússia.

    O ministro venezuelano das Relações Exteriores, Jorge Arreaza, disse em março que a cooperação da indústria de defesa com a Rússia era muito importante para Caracas.

    De acordo com Anatoly Punchuk, vice-diretor do Serviço Federal de Cooperação Técnico Militar da Rússia, a Venezuela é atualmente uma das maiores operadoras de equipamentos militares russos na América Latina e suas forças armadas estão equipadas com as mais modernas armas russas, incluindo aeronaves, helicópteros, sistemas de defesa aérea e veículos blindados.

    Mais:

    Tudo pelo golpe de Estado? Venezuela acusa CIA de tentar subornar seus militares
    Washington quer transformar Venezuela em gigantesco 'campo de concentração', diz político
    Eurodeputado: militares no Brasil usaram 'golpe seco' a Bolsonaro para prevenir invasão da Venezuela
    Mike Pence: 'Vamos continuar exercendo pressão econômica e diplomática sobre Venezuela'
    Tags:
    Defesa, Governo da Venezuela, Venezuela
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar