12:15 20 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Caças russos Su-57 durante o Salão Internacional de Aviação MAKS 2017, em Moscou

    Para que Vladimir Putin quer que Rússia incorpore exatamente 76 caças Su-57?

    © Sputnik / Yevgeny Biyatov
    Defesa
    URL curta
    21741
    Nos siga no

    Vladimir Putin anunciou que espera que a Rússia tenha 76 caças de 5ª geração Su-57 até 2028. Mas porquê precisamente esse número? O especialista militar, Viktor Murakhovsky, explica a razão destes planos à Sputnik Mundo.

    O presidente russo Vladimir Putin espera que proximamente seja aprovado um contrato para a entrega de 76 novos caças Su-57 para as Forças Armadas da Rússia. "Espero que os planos corrigidos sejam cumpridos e que, proximamente, seja concluído um contrato para a entrega de 76 caças equipados com armamentos modernos", disse Putin em 15 de maio durante uma reunião dedicada a temas militares.

    Segundo Viktor Murakhovsky, editor-chefe da revista russa Arsenal Otechestva (Arsenal da Pátria), 76 caças é, na Força Aeroespacial da Rússia, o número aproximado de aviões que compõem três regimentos, razão pela qual pode supor-se que haverá uma divisão totalmente formada por estas aeronaves. Além disso, o especialista sublinha que este número é adequado tanto em relação às capacidades do orçamento militar da Rússia como às possibilidades da indústria aeronáutica russa.

    "Este número também foi escolhido para não 'sobrecarregar' o orçamento militar da Rússia, porque o custo de um caça de 5ª geração é consideravelmente mais elevado em comparação com os caças de gerações anteriores", diz Murakhovsky à Sputnik Mundo.

    Hoje se pode dizer que a construção deste avião esteja completamente terminada, uma vez que é usado um modelo modernizado do motor soviético AL-41. A versão final do Su-57 deverá ser equipada com um novo motor avançado, conhecido como Izdelie 30 (Artigo 30), que dará um grande impulso ao já impressionante desempenho da aeronave.

    Segundo Murakhovsky, os aviões de combate fabricados e entregues à Força Aeroespacial da Rússia até 2023 serão da primeira fase, ou seja, equipados com o motor AL-41, e os posteriores serão os definitivos.

    "Os fabricantes dizem que o novo motor estará pronto em 2023. Portanto, a partir desta data, o Su-57 vai ter um novo motor e vai se tornar uma plataforma de 5ª geração na plena acepção da palavra", disse ele. Entretanto, é muito provável que os primeiros Su-57 sejam reequipados com os novos motores após a entrega do primeiro lote de 76 aviões até 2028, concluiu o especialista.

    Mais:

    Caça russo MiG-35 está pronto para testar radar de varredura eletrônica ativa
    NI explica funcionalidades das diferentes camuflagens do novo caça russo Su-57
    VÍDEO registra teste de 2 versões modernizadas do caça russo MiG-35
    Tags:
    caça, Su-57, Vladimir Putin, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar