23:38 22 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Caça F-35

    Força Aérea dos EUA recupera 'Esquadrão Agressor' para melhorar treinamento dos F-35

    CC0 / Pixabay
    Defesa
    URL curta
    0 14
    Nos siga no

    O Esquadrão Agressor será recuperado e posicionado em uma base aérea em Nevada visando melhorar o treinamento do serviço em caças furtivos, informou a Força Aérea dos EUA.

    A Força Aérea dos EUA anunciou sua intenção de reativar o 65º Esquadrão Agressor e de enviar 11 caças F-35A Lightning II para a base da Força Aérea Nellis, em Nevada, para aumentar o nível do treinamento das unidades.

    Segundo a nota de imprensa divulgada em 9 de maio, a decisão foi tomada à luz da recomendação do general Mike Holmes, comandante do Comando de Combate Aéreo (ACC, na sigla em inglês). Ele apelou aos responsáveis para acelerarem o treinamento táctico e de suporte aéreo de proximidade do pessoal aéreo em caças de quinta geração.

    "Os esquadrões agressores têm melhorado as capacidades dos pilotos da Força Aérea desde o início dos anos de 1970 [...] Eles oferecem uma dose de realismo aos exercícios aéreos", disse o general David Goldfein, chefe do Estado-Maior da Força Aérea.

    A transferência das aeronaves está planejada para o início de 2022.

    O Esquadrão Agressor foi desativado em setembro de 2014 e passou cinco anos em estado de conservação como medida para economizar custos.

    Mais:

    Canadá recua e muda condições de proposta dos F-35
    Pentágono pondera substituir Turquia no programa F-35 devido à compra dos S-400
    Acidente com F-35 foi causado por defeito de fabricação, diz relatório
    Tags:
    esquadrão, Nevada, Força Aérea, F-35, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar