10:09 17 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Drone subaquático Poseidon

    Inteligência americana revela quando Rússia receberá 'arma apocalíptica'

    © Foto: Ministério da Defesa da Rússia
    Defesa
    URL curta
    14394

    O drone nuclear subaquático Poseidon, também chamado de "arma apocalíptica" russa, entrará em operação não antes de 2027, revela o canal de televisão CNBC, citando fontes com acesso aos relatórios da inteligência americana.

    O canal enfatiza mais uma vez que os Estados Unidos não têm análogos para esse avançado desenvolvimento russo.

    "Trata-se de um submarino russo, que é difícil de ser detectado e que lança um drone com ogiva nuclear, que é difícil de atingir. Os russos realmente esperam usar o engenho subaquático, que funciona à base de energia nuclear, como resposta para um ataque se durante uma guerra forem privados da possibilidade de lançar armas nucleares da época da URSS ", disse um dos interlocutores do CNBC.

    Mais cedo, o diretor-geral da empresa fabricadora dos drones, Mikhail Budnichenko, declarou à Sputnik que o submarino que transporta o sistema não tripulado Poseidon entrará em serviço nesta primavera.

    O Poseidon se encontra em estado de testes finais. Na sua essência, trata-se de um torpedo submarino capaz de navegar a distâncias de até 10.000 quilômetros a velocidades entre 60 e 70 nós (de 110 a 130 km/h) graças a um mecanismo de propulsão nuclear e com capacidade de destruir portos e cidades costeiras. Também pode causar cataclismos naturais, incluindo enormes tsunamis.

    Mais:

    Análise: drone russo Poseidon anularia esforços dos EUA de criar defesa antimíssil global
    BI aponta 'verdadeiro motivo' de criação do torpedo subaquático russo Poseidon
    Poderoso drone subaquático russo Poseidon pode atingir 200 km/h, revela fonte
    Tags:
    Poseidon, apocalipse, drone submarino, arma, Inteligência Nacional dos EUA, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar