09:53 20 Abril 2019
Ouvir Rádio
    Caça russo da quinta geração Su-57

    Força Aérea dos EUA está à procura de aparelhos aéreos que imitem caças russos Su-57

    © Sputnik / Maksim Blinov
    Defesa
    URL curta
    19219

    O Departamento da Força Aérea dos EUA está procurando empresas para o desenvolvimento de aparelhos aéreos que simulem ''aviões inimigos'', incluindo os caças russos Su-57, informa o RT.

    No documento da Força Aérea sobre a licitação refere-se que a necessidade de realização deste programa está relacionada com ''diversas ameaças em todo mundo'' e também com o orçamento limitado dos EUA.

    De acordo com a documentação publicada, a Força Aérea necessita de "um conjunto de soluções técnicas e equipamento de alvos aéreos" (inclusive equipamentos de comunicação, meios de guerra eletrônica, refletores de calor), capazes de imitar os "avançados aviões do adversário".

    O documento também realça que os aparelhos que simulem os aviões russos Su-57 e os chineses J-20 e FC-31 têm que ser controlados remotamente, ser capazes de aterrissar de forma autônoma e se restabelecer após o contato com água salgada. De acordo com o requerimento, o tempo de vida útil tem que ser pelo menos de dez voos com 30 horas de voo.

    ''Estes aparelhos-alvo devem ser capazes de emitir sinais radio eletrônicos idênticos aos aviões (J-20, Su-57 e FC-31), suportar radares cross section (RCS na sigla em inglês) e ter assinatura de infravermelhos, necessários aos treinamentos de simulação,'' refere-se na licitação.  

    O Su-57 é um modelo de aviões de combate furtivos de quinta geração com capacidade de operar mísseis ar-ar, ar-terra e ar-mar. As aeronaves deverão entrar em operação na Rússia a partir de 2019.

    Mais:

    NI explica funcionalidades das diferentes camuflagens do novo caça russo Su-57
    Quão prestigioso se tornaria Vietnã com caças russos Su-57 de 5ª geração?
    Tags:
    aviões de combate, Su-57, Força Aérea, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar