03:13 19 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Sistema de mísseis de cruzeiro Kalibr instalado na fragata russa Admiral Grigorovich

    Revista americana destaca 2 qualidades mais ameaçadoras de mísseis de cruzeiro russos

    © Sputnik / Vitaly Timkiv
    Defesa
    URL curta
    4181
    Nos siga no

    Os mísseis de cruzeiro russos Kalibr possuem duas qualidades principais que preocupam as Marinhas ocidentais, segundo a revista norte-americana The National Interest.

    De acordo com a edição, em primeiro lugar, os mísseis voam a baixa altitude, sobre a superfície da água, evitando assim serem detectados pelos radares do inimigo e privando o alvo de tempo para reagir à ameaça, escreveu o autor da matéria, Michael Peck.

    Em segundo lugar, os mísseis Kalibr são universais, podendo ser utilizados para equipar navios militares de pequeno porte, como corvetas, por exemplo, acrescentou.

    Segundo The National Interest, a inteligência norte-americana está ciente das caraterísticas técnicas das modificações existentes do Kalibr. Em 2015, o Comando da Inteligência Naval da Marinha dos EUA examinou as capacidades dos mísseis, chegando à conclusão que os navios russos equipados com as versões existentes dos mísseis Kalibr, posicionados nos mares da Noruega, Negro, Cáspio e de Barents, podem "cobrir" áreas desde a França ao Irã e ao Cazaquistão.

    "A eficácia de um navio militar não é definida somente pelos mísseis. A eficácia exige tais capacidades como sensores e sistemas de comando e controle. Contudo, os mísseis Kalibr são capazes de tornar até uma pequena embarcação russa em um 'assassino de navios' ou em uma plataforma de ataque contra alvos terrestres, é uma capacidade poderosa [da Marinha russa]", lê-se na matéria.

    Inicialmente, os mísseis de cruzeiro Kalibr foram elaborados para equipar os submarinos nucleares polivalentes do projeto 885 Yasen. Em seguida, os mísseis foram utilizados para armar tanto os submarinos nucleares do projeto 636 como navios de superfície.

    O alcance dos mísseis Kalibr é aproximadamente 2.500 km. Pela primeira vez, os mísseis foram utilizados contra os terroristas da Síria no dia 7 de setembro de 2015. Então, os navios militares russos lançaram 26 mísseis de cruzeiro a partir das águas do mar Cáspio.

    Mais:

    Marinha russa irá reforçar seus submarinos nucleares com mísseis Kalibr
    Submarino nuclear russo dispara míssil Kalibr no mar de Barents
    Frota do Mar Negro receberá 2 novos navios com mísseis Kalibr em 2019
    Tags:
    míssil de cruzeiro, Kalibr, The National Interest, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar