17:39 14 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Chegada da corveta Gromky a Vladivostok, Rússia, 31 de agosto de 2018

    Dueto mortífero: míssil russo Kh-35 ataca de corveta Gromky pela 1ª vez (VÍDEO)

    © Sputnik / Vitaly Ankov
    Defesa
    URL curta
    3191

    A corveta russa Gromky efetuou lançamento de míssil antinavio Kh-35 durante manobras militares. Como resultado, o projétil eliminou com êxito um alvo marítimo no treino.

    As imagens das manobras navais com lançamentos foram divulgadas pelo Ministério da Defesa da Rússia.

    "O míssil atingiu com êxito um alvo flutuante na superfície marítima a 40 km do local de lançamento", diz o comunicado da entidade militar.

    Espera-se que até o fim do ano a corveta Gromky venha a se unir à Frota do Pacífico da Marinha russa.

    A moderna corveta tem 104 metros de comprimento, 13 metros de largura e 2.200 toneladas de deslocamento, além de alcançar uma velocidade máxima de 27 nós. Vale destacar que a corveta possui mísseis antinavio Uran, mísseis antiaéreos Redut e torpedos Paket-NK.

    As corvetas do projeto 20380 possuem um considerável arsenal de armamentos de ataque, defesa antiaérea e luta antissubmarino.

    Anteriormente, a corveta Gromky treinou navegação no mar do Japão (também conhecido como mar do Leste) para verificar confiabilidade dos sistemas e equipamentos.

    O míssil russo Kh-35 é destinado a eliminar lanchas torpedeiras e de artilheira, bem como navios de superfície com deslocamento de até 5.000 toneladas.

    Mais:

    2 em 1: NI revela caraterísticas inéditas do novíssimo sistema antissubmarino russo
    Submarino de nova classe e 3 novos destróieres estão prontos para incorporação no Irã
    'Avanço novíssimo': por que sistema antissubmarino e antitorpedo russo é tão especial
    Militares russos e indianos treinam 'respiro de fogo' durante manobras conjuntas
    Tags:
    manobras navais, míssil de cruzeiro, corveta, navio, lançamento, Kh-35, Frota do Pacífico, Marinha, Ministério da Defesa, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik