05:24 11 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Fragata da Marinha russa Admiral Makarov

    Presença de 'assassinos de submarinos' russos na Síria é um alerta para OTAN, diz mídia

    © Foto: JSC estaleiro "Yantar"
    Defesa
    URL curta
    8780

    Marinha russa realizou uma busca de submarinos nas águas sírias durante exercícios militares no Mediterrâneo.

    A Rússia vem aumentando sua presença naval nas águas da Síria, demonstrando claramente aos EUA que está apoiando o presidente sírio Bashar Assad. Além disso, ela não permitirá uma invasão da OTAN, segundo Marco Maier da revista Contra Magazin.

    Dos exercícios participaram os "assassinos de submarinos", sendo eles as fragatas Admiral Makarov e Admiral Essen, além das aeronaves embarcadas que deram apoio às embarcações. A missão tinha como objetivo detectar submarinos de inimigos virtuais.

    Outra observação é que as fragatas estão equipadas com oito lançadores do sistema de mísseis Kalibr-NK. Entretanto, não é apenas isso, os navios deste projeto estão também equipados com sistemas de mísseis antiaéreos Shtil-1, Palash e AK-630M, sistemas de artilharia universal A-190 de 100 mm, tubos de torpedos e sistemas RBU-6000.

    As fragatas também contam com uma plataforma de pouso e hangar para um helicóptero antissubmarino Ka-27 ou Ka-31.
    Maier conclui que, com a presença da Marinha russa na Síria, a Rússia pretende mostrar que apoia o governo legítimo da Síria do presidente Bashar Assad e que não permitirá qualquer tipo de ação da OTAN, incluindo uma eventual invasão.

    Mais:

    EUA pretendem rejeitar resolução da ONU pedindo que Israel devolva Golã à Síria
    Coalizão liderada pelos EUA usou bombas de fragmentação em Deir ez-Zor, diz mídia síria
    Coalizão liderada pelos EUA transfere terroristas do Daesh na Síria
    Tags:
    exercícios militares, submarino, navio, fragata, Marinha, Mediterrâneo, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik