10:38 15 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Esboço do bombardeiro estratégico furtivo B-21 Raider

    Novo bombardeiro americano tem suas bases de teste definidas pela Força Aérea dos EUA

    © Foto: Domínio público
    Defesa
    URL curta
    567

    Recentemente, a Força Aérea americana anunciou as primeiras duas bases que irão abrigar o seu mais novo e avançado bombardeiro.

    O comunicado indica que a Base Aérea de Tinker, em Oklahoma, deveria coordenar a manutenção e sustentação para o bombardeiro B-21 Raider, já a Base Aérea de Edwards, na Califórnia, teria sido escolhida para a realização de testes e avaliação da aeronave.

    Além disso, o novo bombardeiro ainda terá outras duas bases, a Base Aérea de Robins, na Geórgia, e a Base Aérea de Hill, em Utah, que darão apoio à base de Tinker em questões relacionadas à manutenção e quando houver necessidade de realizar uma revisão ou modernização da aeronave.

    As bases deverão ser equipadas com partes de reposição apropriadas para reconstrução das aeronaves, deverão estar aptas para a realização da montagem do conjunto ou elementos, bem como testar e recuperar os equipamentos necessários.

    O B-21 Raider deverá substituir os bombardeiros B-1B e B-2 furtivo. Além disso, a Força Aérea americana deverá adquirir em torno de 100 dessas aeronaves, que têm um valor aproximado de US$ 640 milhões cada (R$ 2,4 bilhões), segundo a Air Force Times.

    Tal como o B-2, o novo bombardeiro estratégico B-21 está sendo construído pela empresa Northrop Grumman e deverá ser entregue em 2020.

    Mais:

    Relatório do Pentágono pode pôr em risco compras turcas de caças F-35
    'EUA criaram um grande mito em torno dos F-35'
    F-22 e F-35 'se enfrentam' na Noruega por causa da Rússia (VÍDEO)
    Tags:
    Força Aérea, base aérea, bombardeiro estratégico, Bombardeiro, B-21, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik