21:56 16 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Caça ucraniano MiG-29 estaciona na base aérea de Vasilkov perto de Kiev, Ucrânia, 23 de novembro de 2016

    Para que OTAN 'está colocando a mira' nos aeródromos ucranianos?

    © AP Photo / Efrem Lukatsky
    Defesa
    URL curta
    360

    Em 8 de outubro, na Ucrânia começaram os exercícios militares Clear Sky 2018 com participação de diversos países da OTAN. Em entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik, o especialista militar russo Viktor Baranets expressou a sua opinião sobre os objetivos ocultos desses exercícios.

    Os treinamentos aéreos multinacionais Clear Sky 2018 envolvem militares de nove nações (EUA, Bélgica, Dinamarca, Estônia, Holanda, Polônia, Romênia, Reino Unido e Ucrânia) e tem lugar de 8 a 19 de outubro nas regiões ucranianas de Vinnytsia e Khmelnytskyi.

    A embaixada dos EUA na Ucrânia comunicou anteriormente que diversos caças F-15 e aviões de transporte C-130 Força Aérea dos Estados Unidos tinham chegado ao país para participar nos treinamentos.

    O colunista e analista militar russo Viktor Baranets explicou ao serviço russo da Rádio Sputnik os verdadeiros objetivos dos exercícios.

    "A Ucrânia é representada nos exercícios por dez aparelhos aéreos, principalmente por helicópteros e alguns MiG-29 ainda capazes de decolar. No total, nos treinamentos prometem apresentar quarenta aparelhos aéreos. A Ucrânia, como sempre, na sua habitual retórica, chama os exercícios dos maiores dos últimos tempos", comentou Viktor Baranets. Segundo ele, se para a Ucrânia estes são os maiores treinamentos, a Rússia, só para comparar, chegou a acionar cerca de 300 aviões e helicópteros nos exercícios.

    Kiev irá realizar o evento nas regiões ocidentais e "aqui se enxerga um aspecto cauteloso da OTAN — é escolhida esta parte do país para não irritar a Rússia", destacou o especialista, acrescentando que os exercícios seguem a narrativa oficial de manter a segurança do flanco oriental da OTAN.

    "Entretanto, hoje em dia se pode falar que a Aliança Atlântica começa devagarinho a forçar a adaptação da Ucrânia, da sua defesa antiaérea, aos padrões da OTAN. A OTAN procura dominar o teatro oriental de operações militares, ‘colocando a mira' nos aeródromos ucranianos, em suas posições. Ou seja, sob o pretexto de exercícios, nós observamos ‘absorção' da Ucrânia, que ainda sonha em entrar neste bloco", concluiu Viktor Baranets.

    Mais:

    Explosão em depósito militar evacua 10 mil pessoas na Ucrânia
    Ucrânia tem lanchas 'invisíveis' ou inventa histórias de 'Holandês Voador'?
    Ucrânia suspeita que Rússia esteja posicionando armas nucleares na Crimeia
    Ucrânia receberá US$ 250 milhões dos EUA para 'combater agressão russa'
    Que obstáculo impede que a Ucrânia se torne 'posto avançado da OTAN'?
    Tags:
    aeródromo militar, padrões, especialista, absorção, OTAN, EUA, Ucrânia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik