14:11 18 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    Beriev A-100 aeronave russa de alerta e controle aéreo

    Novo avião russo certamente ultrapassará seus rivais, podendo ainda preocupar OTAN

    © Foto: United Aircraft Corporation
    Defesa
    URL curta
    15371

    A Força Aérea russa receberá a nova aeronave Beriev A-100 com o Sistema Aéreo de Alerta e Controle (AWACS) já em 2020 ou início de 2021. O AWACS impulsionaria significativamente a capacidade da Força Aérea russa de obter e manter a superioridade aérea quando acoplado com caças como os Sukhoi Su-30SM Flanker-H e Sukhoi Su-35S Flanker-E.

    Está previsto que o ministro da Defesa russo assine o contrato de produção para o novo AWACS, que substituiria a frota de Beriev A-50 existente na Força Aérea russa. "Nós esperamos uma discussão detalhada com o Ministério da Defesa sobre o contrato de entrega da aeronave A-100 para o fim deste ano ou em 2019", disse o presidente da Corporação Aeronáutica Unida, Yuri Slyusar.

    Enquanto as negociações detalhadas entre o governo russo e a empresa são aguardadas para o final deste ano, fontes da indústria de defesa russa estão confiantes que a produção da aeronave se iniciará para ser entregue em poucos anos à Força Aérea russa. "O fornecimento da aeronave em série se iniciará em 2020 ou 2021", segundo fonte da indústria de defesa.

    Está previsto que o Beriev A-100 substitua o Beriev A-50 utilizado pela Força Aérea russa. A aeronave foi criada com base no cargueiro Il-76MD-90A. Entretanto, se comparado ao antecessor, a fuselagem da aeronave foi alongada, além de receber novos motores mais econômicos (PS-90) e displays multifuncionais. A principal função do A-100 será a detecção, identificação e rastreio de alvos aéreos, terrestres ou marítimos. Além de gerenciar todos os tipos de caças, bombardeiros e drones.

    Como foi descrito pela Rostec, o novo sistema de radar é formado por uma antena rotativa capaz de ativar o escaneamento eletrônico e mecânico, sendo que em cinco segundos o radar é capaz de fazer uma rotação completa. Outro componente importante do A-100 é o AWACS, um sistema de vigilância aérea eletrônica por radar com função C3 para logística de tática e de defesa militar, podendo detectar aeronaves até 600 km e alvos de superfície até 400 km de distância. O AWACS pode coordenar até dez aviões militares simultaneamente em missões aéreas, conforme publicação de Dave Majumdar, na revista The National Interest.

    Com isso, o A-100 será capaz de escanear o espaço aéreo por centenas de quilômetros em todas as direções, identificando alvos e enviando informações completas sobre o alvo para os sistemas de defesa antimísseis e antiaérea. Dessa maneira, o Beriev A-100 passa a ser uma aeronave de nova geração de Alerta Aéreo Antecipado e Controle que, certamente, vai ultrapassar seus rivais.

    Mais:

    Conheça a história e a atualidade do avião anfíbio russo A-40 (FOTOS)
    Novo avião comercial russo efetua 1ª aterrissagem noturna (VÍDEO)
    Novo avião porta-mísseis russo aparece pronto para testes
    Tags:
    aeronave, forças aeroespaciais, avião de transporte, radar, AWACS, A-100, Rostec, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik