14:20 23 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Vista aérea do Pentágono, sede do Departamento de Defesa dos Estados Unidos, em Arlington, Virgínia

    EUA enviarão forças espaciais para Europa e região do Indo-Pacífico

    © AP Photo /
    Defesa
    URL curta
    309

    O Departamento de Defesa dos Estados Unidos informou nesta quinta-feira que a Força de Operações Espaciais dos EUA irá priorizar o desenvolvimento das melhores operações pelo mundo enviando especialistas para a Europa e também para a região do Indo-Pacífico.

    "A Força de Operações Espaciais irá: desenvolver as melhores operações espaciais do mundo, inteligência, engenharia, ciência, aquisição, pessoal do ramo cibernético, e apresentá-las aos COCOMs [comandos combatentes]", disse o Pentágono em um relatório. "Estejam preparados para enviar equipes de especialistas espaciais ao Comando Europeu dos EUA e ao Comando Indo-Pacífico dos EUA até o verão de 2019."

    De acordo com a Defesa americana, esses esforços de desenvolvimento se concentrarão em "vigilância global persistente para mira avançada de mísseis", com foco também na capacidade de dissuasão e nuclear, para deter principalmente adversários como China e Rússia.

    “Os Estados Unidos enfrentam ameaças crescentes às nossas capacidades espaciais. A China e a Rússia, nossos concorrentes estratégicos, estão buscando explicitamente as capacidades de combate espacial para neutralizar as capacidades espaciais dos EUA durante um período de conflito", afirma o relatório. "Outros adversários em potencial também estão buscando capacidades contraespaciais", como interferência e ataques cibernéticos.

    Mais:

    EUA posicionarão elementos de defesa antimíssil no espaço?
    Ataques de drones: até que ponto está seguro o espaço aéreo?
    Chefe do Pentágono considera espaço como novo 'teatro de operações militares'
    Tags:
    forças espaciais, Pacífico, Europa, China, Rússia, Espaço, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik