13:30 22 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Marinheiros britânicos estão em cima de um submarino nuclear da Classe Vanguard, patrulhando o litoral ocidental da Escócia

    EUA teriam vendido componentes defeituosos para submarinos do Reino Unido

    © AFP 2018 / ANDY BUCHANAN
    Defesa
    URL curta
    692

    A modernização da frota submarina nuclear do Reino Unido pode ser adiada porque os tubos de lançamento de mísseis balísticos, elaborados e construídos nos EUA, revelaram um defeito de soldagem, informa o jornal The Times.

    Conforme o plano da Marinha britânica, nos anos 2030, submarinos da classe Dreadnought devem substituir quatro da classe Vanguard. A construção cabe à empresa britânica BAE Systems, que precisa de componentes e tecnologias dos EUA, conforme o acordo assinado ainda em 1963.

    As plataformas de lançamento para novos submarinos são fabricadas pela companhia norte-americana BWX Technologies. O porta-voz do Comando Naval Sea Systems americano, Bill Couch, confirmou defeitos de soldagem nos tubos, acrescentando que nenhum tubo fornecido foi instalado nos submarinos em construção.

    Conforme o The Times, as circunstâncias do incidente estão sendo esclarecidas, e a companhia suspendeu o processo de soldagem até o fim da investigação. Por enquanto não se sabe se esse problema resultará no adiamento da construção ou no aumento de despesas.

    No entanto, o Ministério da Defesa do Reino Unido declarou que não é prevista mudança alguma nem na agenda nem no orçamento.

    "Estamos a par da investigação dos problemas ligados à qualidade da soldagem e plataformas de lançamento dos mísseis balísticos produzidos pela companhia americana BWX Technologies, mas o nosso programa Dreadnought segue a agenda marcada e o orçamento previsto, e o primeiro submarino será fornecido no início dos anos 2030", declarou o representante do ministério.

    O valor total do programa britânico para modernização do arsenal de contenção nuclear — substituição dos submarinos existentes por novos — equivale a 41 bilhões de libras (197 bilhões de reais). Agora quatro submarinos da classe Vanguard com mísseis Trident são os únicos armamentos nucleares à disposição do Reino Unido. Cada submarino é equipado com 40 ogivas termonucleares.

    Mais:

    Marinha dos EUA detecta fissuras em lançadores de mísseis balísticos de novos submarinos
    Analista explica por que navios dos EUA são inferiores à fragata russa Admiral Kasatonov
    EUA e Grã-Bretanha encontram resposta para drone submarino russo do 'Juízo Final'
    Tags:
    modernização, investigação, nuclear, frota, defeito, submarino, Reino Unido, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik