23:47 23 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    O blindado russo Tigr com o complexo de mísseis antitanque Kornet-D

    Conheça nova versão do 'assassino de tanques' russo (FOTO)

    © Sputnik / Vladimir Astapkovich
    Defesa
    URL curta
    4263
    Nos siga no

    O sistema antitanque russo Kornet-D, fabricado recentemente, iniciará em breve os testes de combate. O veículo, projetado sobre chassis de BMD-4M, é capaz de "nadar" e desembarcar em paraquedas a partir de um avião, reforçando o poder de fogo das unidades das tropas aerotransportadas.

    "O novo sistema antitanque pode eliminar tanto tanques modernos, como promissores, inclusive Abrams e Leopard 2. Trata-se de um sistema antitanque simples e barato, com o raio de ação até 10 quilômetros", explicou o especialista militar Andrei Tarasenko, citado pelo portal Defence Blog.

    ​Vale destacar que o sistema Kornet é bem famoso por todo o mundo, tendo sido utilizado para destruir Abrams e Leopard no Oriente Médio.

    Desde 2013, o escritório de projetos de instrumentos (KBP, sigla em russo) está construindo uma nova versão do sistema antitanque, o Kornet-D, com alcance de até 10 km. A ogiva cumulativa em tandem é capaz de furar até 1,3 metros de blindagem sob proteção dinâmica. A pontaria é efetuada por raio de laser.

    Sobre chassis do BMD-4 são instalados dois lançadores Kvartet, dotados de quatro mísseis cada um, com carregamento automático. Em apenas alguns segundos, o veículo é capaz de disparar dois mísseis contra alvos diferentes. Escuridão, condições climáticas adversas, bem como interferências do inimigo, não podem impedir o ataque.

    O surgimento do sistema antitanque Kornet-D no exército russo é uma ameaça real aos tanques da OTAN, ressaltou a edição.

    Mais:

    Complexo de lançamento de mísseis antitanque Kornet-EM
    Tanque russo Armata: último 'adeus' aos veículos de combate tradicionais?
    Tags:
    sistema antitanque, Kornet, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar