02:57 23 Julho 2018
Ouvir Rádio
    Dassault Rafale, jato francês, faz um voo de demonstração

    Piloto russo sobre caça europeu da 5ª geração: 'Não têm motores para este avião'

    © REUTERS / Pascal Rossignol
    Defesa
    URL curta
    6221

    O vazamento de imagens preliminares do projeto de um novo caça da empresa aeronáutica francesa Dassault Aviation busca demonstrar que a Europa "não permanece de braços cruzados" neste âmbito, opina o destacado piloto de provas russo Magomed Tolboev.

    O piloto, condecorado herói da Rússia, comentou ao canal Zvezda que os planos de um novo avião já existem há vários anos.

    "Sabemos que trabalham nisso em Toulouse, na Agência Espacial Europeia. Os trabalhos estão em curso há muito, no mínimo há quatro anos. […] Sabemos que têm uma aviônica desenvolvida, tal como a construção de motores. Mas, para mim, não têm motores para este avião. […] O que dizem agora é o primeiro vazamento de informação da Agência Espacial Europeia para mostrar que não estão de braços cruzados", ressaltou.

    No entanto, segundo ele, não se conhece nenhum projeto de motor para um caça de nova geração na Europa, pelo que falta muito tempo até que a aeronave levante voo.

    Do ponto de vista do design, as imagens apresentadas não são especialmente inovadoras e correspondem aos conceitos aeronáuticos dominantes hoje em dia, opina Tolboev, já que as aeronaves existentes incorporam todas as características técnicas do suposto caça da Dassault.

    Tolboev indicou que a aparência do avião, a forma das suas asas, os dois estabilizadores verticais e outros parâmetros já têm precedentes na história da aviação, tanto russa como internacional.

    ​O piloto destaca que, do ponto de vista tecnológico, o vazamento de informação não oferece nada de realmente novo e que o desafio para a indústria europeia seria finalizar o desenvolvimento e lançar a produção em série, porque "pode-se realizar a ideia no papel, mas é muito difícil a pôr em prática".

    Segundo ele, o objetivo final do projeto seria substituir todos os caças europeus existentes — os Dassault Rafale, SAAB Gripen e Eurofighter Typhoon — por um caça "unificado" da OTAN para a região europeia, o que pode levar até 15 anos.

    Mais cedo, soube-se que a empresa francesa Dassault Aviation demonstrou imagens do caça europeu de quinta geração. É muito provável que o novo caça se torne uma plataforma com base na qual podem ser criadas modificações de aviões tripulados e não tripulados.

    Mais:

    Washington aconselha Alemanha: Comprem F-35 ou não poderão bombardear a Rússia
    Centro de manutenção para caças F-35 'de toda a Europa' será aberto na Noruega
    O que caças dos EUA capazes de transportar bombas nucleares fazem na Europa?
    Tags:
    motores, caça, avião, Eurofighter Typhoon, Gripen, Dessault Aviation, Europa
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik