12:20 24 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    8202
    Nos siga no

    Em 4 de julho, três pares de aviões de assalto Su-25 russos aterrissaram no aeródromo militar na região de Krasnodar depois de vários meses de serviço na Síria.

    "Depois de um longo período de serviço na República Árabe Síria, regressaram os militares do nosso lendário 4º Exército da Força Aérea e Defesa Antiaérea do Distrito Militar do Sul", declarou o comandante da força aérea e da defesa antiaérea do Distrito Militar do Sul, Viktor Sevostyanov.

    Ao mesmo tempo, ele destacou, citado pelo canal de televisão Zvezda, que as tripulações cumpriram com honra a importante e difícil tarefa de libertar o país árabe dos terroristas.

    Além disso, Sevostyanov adicionou que durante vários meses os pilotos militares efetuaram voos diários, inclusive noturnos, vigiando a situação desde o ar nas zonas de conflito.

    "Os companheiros de armas, familiares e amigos estavam preocupados com vocês. Vocês voltaram como vencedores", finalizou o comandante na cerimônia solene de recepção aos militares.

    Previamente foi informado que 11 aviões de combate e dois helicópteros de ataque Ka-52 Alligator regressaram da Síria à Rússia.

    Mais:

    'Velho guerreiro' se rejuvenesce: por que se deve recear Su-25 russo modernizado
    Nova modificação do Su-25 se torna invulnerável para mísseis terra-ar
    Piloto do 2º Su-25 conta como ele cobriu colega abatido por terroristas na Síria
    'Verdadeiro soldado': leitores ocidentais admiram valentia do piloto de Su-25 russo
    Tags:
    pilotos, aviões, serviço militar, Su-25, Helicóptero Ka-52, Distrito Militar Sul, Forças Armadas da Rússia, Krasnodar, Síria, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar