11:27 19 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    Militar durante o festival Exército da Rússia em Moscou (foto de arquivo)

    'Fomos enganados': diplomata explica para que Rússia demonstra novas armas

    © Sputnik / Ramil Sitdikov
    Defesa
    URL curta
    27854

    A representante oficial do Ministério das Relações Exteriores russo, Maria Zakharova, explicou para que a Rússia demonstra suas armas.

    Segundo ela, a Rússia quer evitar a repetição dos conflitos do século passado, bem como demonstrar a seus cidadãos que estão protegidos com segurança.

    "Somos perguntados com frequência: por que mostramos as armas? Existem dois motivos. O primeiro é que ao longo do século XX perdemos 20 milhões de pessoas. É comparável com o território de um país europeu pequeno que tivesse simplesmente desaparecido. Eu vivo em uma cidade aonde o inimigo chegou há 70 anos, não há 200", afirmou nesta quarta-feira (30) Zakharova em seu discurso no decorrer do encontro da associação Diálogo Franco-Russo em Paris.

    O segundo motivo, de acordo com a porta-voz do ministério russo, é que "quando na década de 80 nós tivemos abertura, nós tínhamos uma vontade genuína de fazer amizade, construir o mundo em novas bases de paz, relações de boa-vizinhança, cooperação, bem como acabar com as guerras frias, mas fomos enganados", afirmou.

    "Os arquivos estão disponíveis, nós lemos as declarações que eram feitas à chefia soviética e russa. Fomos simplesmente enganados! A OTAN se expandiu, há contingentes [militares] perto das nossas fronteiras, a quantidade de bases militares da OTAN por todo o mundo aumentou. E o mais importante é que estamos vendo que não são os europeus quem manda na Europa", acrescentou.

    Por isso, segundo Maria Zakharova, "quando mostramos as armas, estamos dizendo que aquilo que houve no século XX não se repetirá mais".

    "Não é preciso fazer-nos guerra. E, claro, o mesmo vale em relação a declarações agressivas. É para que no nosso país se saiba que lá fora podem falar o que quiserem, mas nós estamos protegidos", concluiu a diplomata.

    Mais:

    Congressistas norte-americanos apoiam plano de criação de novas armas nucleares?
    'Cada vez mais fortes': ministro ucraniano gaba novas armas americanas
    Ucrânia continua 'publicitando' suas novas armas, mas parece que em vão
    Tags:
    armas, Maria Zakharova, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik