02:37 22 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Novo navio de guerra dos EUA, USS Little Rock, chegando ao porto de Buffalo (imagem referencial)

    VÍDEO mostra pela 1ª vez teste do míssil estadunidense Longbow Hellfire

    © AP Photo/ Carolyn Thompson
    Defesa
    URL curta
    6616

    O navio de combate costeiro USS Milwaukee lançou quatro mísseis Longbow Hellfire na semana passada, completando a primeira fase de testes do módulo de mísseis terra-terra (SSMM na sigla em inglês) do programa de navios de combate costeiro, segundo revelou o relatório divulgado na quarta-feira (16) pela Marinha dos EUA.

    O relatório indica que esta foi a segunda vez que o míssil Longbow foi lançado do mar, mas foi "o primeiro lançamento integrado do SSMM a partir de um LCS [navio de combate costeiro]".

    O vídeo publicado pela Marinha norte-americana mostra que a tripulação do navio "executou o cenário simulando o ambiente complexo de combate, utilizando o radar e outros sistemas de vigilância de pequenos alvos terrestres, simulando confrontos, tendo depois disparado mísseis contra alvos terrestres".

    O capitão Ted Zobel, dirigente do programa de navios de combate costeiros, disse que todos que participaram do exercício fizeram o seu melhor.

    "A tripulação do USS Milwaukee executou de forma perfeita e a equipe de teste efetuou o lançamento sem falhas, e ambas foram cruciais para tornar a manobra bem-sucedida", disse Zobel no relatório.

    Além do mais, o documento refere que o módulo permite o lançamento vertical dos mísseis Hellfire para combater ameaças de pequenos barcos". O sistema deverá ficar totalmente operacional aproximadamente em 2019.

    Os testes foram realizados perto da costa da Virgínia, EUA.

    Mais:

    Trump manda preparar novas sanções contra Rússia por causa dos mísseis
    EUA realizam novos testes de míssil balístico intercontinental Minuteman III (VÍDEO)
    Marinha dos EUA incorpora nova leva de mísseis Tomahawk por US$ 143 milhões
    Tags:
    navio de guerra, míssil ar-ar, lançamento, Marinha dos EUA, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik