05:55 25 Maio 2018
Ouvir Rádio
    Sistemas de defesa antimíssil S-400 russos na Crimeia

    Secretário-geral da OTAN comenta compra dos sistemas russos S-400 pela Turquia

    © Sputnik / Sergei Malgavko
    Defesa
    URL curta
    1038

    O secretário-geral da OTAN, Jens Stoltenberg, declarou nesta quinta-feira (19) que a questão da compra dos sistemas de defesa S-400 russos por parte da Turquia é decisão de interesse nacional do país.

    De acordo com ele, o importante para a OTAN é que as armas adquiridas sejam integradas num único sistema de defesa da Aliança.

    "Esta é uma decisão nacional: os requisitos para as capacidades militares dos vários países participantes não são uma decisão da OTAN, é uma decisão dos aliados. O que é importante para a OTAN é saber se estes sistemas serão integrados no sistema de defesa aérea da Aliança. E é muito difícil fazer isso com os S-400", comentou o secretário-geral da organização. 

    Em dezembro do ano passado, os representantes russos e turcos assinaram um acordo de crédito para fornecimento de sistemas S-400. Segundo as declarações do militares turcos, Ancara está adquirindo os sistemas que serão operados pelas tropas do país. As partes também pretendem realizar uma cooperação técnica e transferência de tecnologia durante o processo, para desenvolver a produção de armamentos do tipo na Turquia.

    Anteriormente, o ministro da Defesa turco, Mevlut Cavusoglu, havia qualificado como inaceitáveis as ameaças dos EUA devido à compra dos S-400, acrescentando que Ancara originalmente planejava comprar sistemas de defesa antiaérea dos seus aliados da OTAN, mas os últimos "têm sempre alguns problemas".

    Mais:

    EUA ameaçam Turquia com sanções em caso de compra dos sistemas S-400 da Rússia
    Sistemas de defesa antiaérea S-400 estão em alerta no sul da Rússia
    Putin e Erdogan pretendem acelerar a entrega de sistemas S-400 para Turquia
    Que vantagens possui S-400 russo sobre Patriot norte-americano? Especialista desvenda
    Tags:
    defesa aérea, sistema antimísseis, S-400, OTAN, Jens Stoltenberg, Turquia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik