14:46 05 Agosto 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    5300
    Nos siga no

    Ao contrário do primeiro porta-aviões chinês, a segunda embarcação foi construída exatamente para suprir necessidades da Marinha chinesa, afirmou o analista militar Kyle Mizokami.

    Em artigo publicado no portal Popular Mechanics, o especialista analisou e comparou características dos dois porta-aviões da China.

    Liaoning, o primeiro porta-aviões das Forças Armadas da China, foi construído nos estaleiros soviéticos e era conhecido como Varyag. A construção do navio, entretanto, foi interrompida com o colapso da União Soviética, e durante uma década, sua estrutura permaneceu intacta.

    Em 1998, o porta-aviões foi comprado pela China, inicialmente por uma empresa privada, que acabou vendendo-o para as Forças Armadas de seu país. O navio foi modernizado e em 2012 entrou em serviço como Liaoning, o primeiro porta-aviões da China.

    Pouco tempo depois, a China iniciou construção do seu segundo porta-aviões, o Tipo 001, lançado em abril de 2017 nos estaleiros de Dalian.

    Quanto ao tamanho, os dois navios são bastante semelhantes, o segundo porta-aviões é apenas nove metros mais longo do que o seu antecessor. Além disso, ambos pesam entre 55 mil e 60 mil toneladas.

    Enquanto o Liaoning tem capacidade para apenas 24 aviões, o Tipo 001 pode levar até 35 aeronaves. A plataforma de lançamento do novo navio tem uma menor inclinação e passou de 14 graus do Liaoning para 12 graus, o que permite aumentar ligeiramente a capacidade de transporte de combustível e armas dos aviões.

    De acordo com a mídia chinesa, os próximos porta-aviões do país terão uma nova catapulta eletromagnética para lançamento dos porta-aviões. Anteriormente, Estados Unidos eram os únicos a usar esse tipo de equipamento. Assim, o país planeja melhorar a capacidade de combate da sua Marinha.

    Entretanto, a principal diferença entre os dois navios é o seu propósito, sublinhou Mizokami. O Liaoning é destinado ao treinamento de táticas e procedimentos. O navio serve para estabelecer e treinar estratégias, relacionadas às tripulações do convés e para manobras de decolagem e aterrissagem dos aviões para os futuros porta-aviões da China. Por outro lado, o Tipo 001 foi concebido para defender o país e participar de batalhas reais.

    Mais:

    China circula Taiwan com bombardeiros e caças
    Presidente da Coreia do Sul revela verdadeiro objetivo da sua visita à China
    'Padrão de ouro 2.0' da Rússia e China promete acabar com dólar
    Tags:
    China, Liaoning, porta-aviões, Marinha
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar