22:08 22 Maio 2018
Ouvir Rádio
    Robô de combate Uran-9

    Exército de ferro: os robôs de combate russos mais perigosos (FOTOS, VÍDEO)

    © Sputnik / Valery Melnikov
    Defesa
    URL curta
    7261

    Os robôs de combate dos filmes de ficção se tornam realidade e ocupam a linha da frente. Andrei Stanavov, colunista da Sputnik, apresenta uma lista dos robôs de combate russos mais temíveis.

    O mais inteligente

    O sistema robótico mais famoso Nerekhta, da fábrica Degtyarev, é construído sobre uma plataforma universal e é usado pela Fundação para Projetos de Pesquisa Avançada da indústria de Defesa para testar novas tecnologias. O Nerekhta aprende a lutar junto com outros robôs, nele é testada a inteligência artificial, bem como novos sistemas de comunicação e controle.

    Graças a uma potente metralhadora de 12,7 milímetros Kord que dispara rajadas contínuas de 600-750 tiros por minuto, sistema de propulsão híbrido, uma blindagem sólida e uma velocidade máxima de 30 km/h, o robô terrestre mesmo individualmente é capaz de "incomodar" muito o inimigo.

    As Forças de Mísseis Estratégicos da Rússia usam o Nerekhta para proteger os sistemas de mísseis Topol-M e Yars dos sabotadores. O sistema opto-eletrônico, câmeras térmicas, o telêmetro a laser e o computador balístico fazem com que o robô funcione bem tanto de dia, como de noite.

    O desenvolvimento posterior deste robô — o Nerekhta-2- será ainda mais perfeito, assegura o autor. Querem conectá-lo com o equipamento do "soldado do futuro" e transformá-lo em um escudeiro pessoal do combatente. O aparelho será controlado por voz e gestos.

    O mais potente

    O título de robô de produção russa mais pesado e potente pertence ao sistema terrestre de reconhecimento e assalto Vikhr sobre a base do veículo blindados BMP-3. Apresentado pela primeira vez em 2016, o robô pesa cerca de 15 toneladas e está armado com um canhão de 30 mm 2A72, uma metralhadora de 7,62 mm e um sistema de mísseis antitanque Kornet-M.

    Robô de combate russo Vikhr
    © Sputnik / Ilia Bogachev
    Robô de combate russo Vikhr

    O poderoso arsenal de armas pode ser usado em movimento contra alvos aéreos e terrestres. O sistema conta com seus próprios quatro veículos aéreos não tripulados.

    O comandante e o operador controlam o Vikhr remotamente por canais de rádio. No caso de ser necessário, o condutor pode entrar no robô e dirigi-lo como um veículo blindado normal.

    Tanque com comando à distância

    O Uran-9 pesa 12 toneladas e foi desenvolvido pela empresa 766 UPTK do Ministério da Defesa da Rússia, leva todo um arsenal de armas e é capaz de destruir tanques, bem como cumprir tarefas de reconhecimento, apoio às tropas e guerra urbana.

    Robô de combate Uran-9
    © Foto : Rosoboronexport
    Robô de combate Uran-9

    Está armado com uma metralhadora, um canhão de 30 mm 2A72 e um lança-chamas Shmel-M. Para lutar contra os tanques, pode ser equipado com mísseis Ataka com 5 km de alcance.

    Segundo os projetistas, o Uran-9 funciona em pares: um robô de apoio de fogo juntamente com um robô de reconhecimento. Os dois contam com diversos equipamentos: sistemas de pontaria, telêmetros, sistemas de pesquisa e comunicação e de controle de movimento e de tiro. Os robôs são capazes de detectar sobre si o laser do inimigo e se encobrir com uma cortina de fumaça, bem como monitorar o material e infantaria do inimigo.

    Até mesmo um novato pode usar o Uran-9, porque se parece com um jogo. De acordo com os desenvolvedores, as interfaces são semelhantes às dos jogos, pois assim são mais intuitivas.

    Um "companheiro" confiável

    O novo sistema Soratnik (Companheiro, em russo), produzido pelo consórcio Kalashnikov, conta com câmeras e um módulo de combate controlado à distância, que pode levar tanto metralhadoras de 7,62 e 12,7 mm, como lançadores de granadas AG-17A de 30 mm, ou oito mísseis antitanque dirigidos tipo Kornet-EM.

    O módulo de combate está equipado com um estabilizador giroscópico das armas e é capaz de detectar e destruir autonomamente os alvos, depois de determinar o seu tipo. É um robô indispensável para reconhecimento, patrulhamento 24 horas e eliminação rápida de elementos inimigos.

    O monstro de 7 toneladas opera em três modos e é incrivelmente rápido: atinge até 40 km/h. Seu raio de ação visível é de 10 quilômetros, além disso, o Soratnik está equipado com um sistema para interagir com drones.

    Foi relatado que os primeiros robôs deste tipo serão entregues às tropas em um ou dois anos.

    O assistente
    No início de 2017, a empresa Kalashnikov apresentou pela primeira vez um companheiro para o Soratnik: o protótipo do robô Nakhlebnik, equipado com meios de detecção e vigilância e armado com uma metralhadora. O peso e a potência do robô são inferiores aos do Soratnik, portanto, ele vai desempenhar um papel de apoio no combate. Por exemplo, para proteger o "irmão mais velho" da infantaria inimiga.

    Robô de combate Nakhlebnik
    © Sputnik / Mikhail Voskresensky
    Robô de combate Nakhlebnik

    Os 6.000 tiros por minuto removem por completo o desejo do inimigo se aproximar do Nakhlebnik.

    As características táticas e técnicas do novo robô são estritamente secretas, mas sabe-se que se trata das tecnologias mais avançadas.

    O mais compacto

    O robô de combate Platforma-M, desenvolvido pelo Instituto de Ciência e Investigação Progress, pesa menos de uma tonelada, mas as suas capacidades de combate não são muito inferiores aos de seus "irmãos". Está armado com quatro lançadores de granadas AGS-30 e uma metralhadora de tanque Kalashnikov modernizada de 7,62 mm de calibre, com 400 munições.

    Mas ele não é muito rápido, atinge uma velocidade máxima de 12 km/h, o mais valioso é a sua autonomia. Com uma única carga de bateria, o robô é capaz de permanecer em movimento contínuo durante seis horas, o que o torna um excelente e silencioso soldado patrulheiro.

    Robô de combate Platforma-M
    © Sputnik / Sergey Pivovarov
    Robô de combate Platforma-M

    A missão do Platforma-M é proteger pequenas bases militares e disposições de tropas e detectar e destruir sabotadores. Além disso, pode transportar até 300 quilos de carga útil.

    Mais:

    Colosso de aço: EUA criam robô de combate superpesado (VÍDEO)
    Robô subaquático chinês Haiyi-7000 atinge profundidade recorde de 6,3 km
    Robô russo vai substituir soldados
    Tags:
    defesa, combate, robô, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik