07:34 22 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Caça russo MiG-29

    Conheça o caça capaz de fazer voo estático vertical a velocidade nula

    © Sputnik / Vladimir Astapkovich
    Defesa
    URL curta
    16523

    40 anos atrás, em 6 de outubro de 1977, o protótipo do caça tático ligeiro conhecido mundialmente como MiG-29 realizou seu primeiro voo. Andrei Kots, colunista da Sputnik, fala sobre as vantagens do avião legendário e de suas modificações recentes.

    Pouco exigente e extremamente fiável

    O objetivo principal desse avião é alcançar a supremacia aérea em um setor relativamente pequeno da frente. As incursões de longo alcance são realizadas por aeronaves Su-27, que são mais pesadas. O MiG-29 atua em estreita coordenação com o solo: protege a infantaria e os veículos blindados, cobre as instalações e impede o reconhecimento aéreo do inimigo.

    Em geral, os caças ligeiros se baseiam perto da linha de frente, frequentemente em aeródromos pouco "cômodos". Por isso, o MiG-29 é um avião pouco exigente e extremamente fiável. É como o fuzil AK-47 no mundo dos aviões, compara Kots.

    Para o avião poder decolar inclusive de uma pista muito "suja" sem que nenhum objeto caia na entrada do ar, o MiG-29 está equipado com "brânquias" do lado esquerdo e direito da célula.

    Esta não é a única solução técnica particular do MiG-29, ou Fulcurum de acordo com a classificação da OTAN.  Especialmente para este avião foi elaborado um míssil guiado ar-ar, o R-73, adotado em 1983. Esta munição ultramanobrável em versões modernizadas continua sendo usada pela Força Aeroespacial da Rússia e em vários outros países. Baseia-se no princípio de "dispara e esquece": o caça não precisa de "iluminar" o alvo para lançar mísseis, já que estes o encontram sozinhos. É muito importante em combate aéreo próximo, pois o piloto tem mais tempo para realizar manobras.

    O MiG-29 é capaz de alcançar uma velocidade de até 2.450 km/hora e realizar acrobacias aéreas, incluindo o "sino"- um voo estático vertical a velocidade nula. Nesse momento, o avião fica literalmente invisível para os sistemas de defesa aérea dos inimigos, explicou Kots.

    Atualmente, o MiG-29 continua sendo um dos aviões mais massivos de sua classe no mundo. Ao todo, mais de 1.600 aviões deste tipo estão ao serviço em mais de 25 de países.

    Novo MiG

    A União Soviética e a Rússia lançaram cerca de duas dezenas de versões de MiG-29, incluindo as de treinamento, com alta capacidade de manobra, navais e outras.

    As versões modernas do caça estão equipadas com armas inovadoras, possuem equipamento radioeletrônico e dispositivos de navegação e comunicação. 

    O último "descendente" do caça famoso é a aeronave multifuncional MiG-35, apresentada pela primeira vez no Salão Aeroespacial MAKS-2017.

    De fato, trata-se de um avião totalmente novo, com um radar de varredura eletrônica ativa, capaz de detectar até 30 alvos aéreos a uma distância de até 200 quilômetros. Além do mais, conta com motores avançados RD-33MK. O MiG-35S aumentou a carga de combate, a reserva de combustível, a vida do motor e reduziu em 2,5 vezes o custo de uma hora de voo. 

    "O custo de sua manutenção é muito mais baixo do que a de suas versões anteriores. O MiG-35 as supera em termos de velocidade, manobrabilidade e equipamento radioeletrônico a bordo. Além disso, o novo caça conta com tecnologia furtiva. Em particular, dispõe de um revestimento radioabsorvente da fuselagem, que o torna invisível para os radares", comentou Ilia Tarasenko, diretor-geral do consórcio russo MiG.

    A produção em série dos MiG-35S será iniciada nos próximos dois anos. Anteriormente, o vice-ministro de Defesa da Rússia Yuri Borisov informou que durante este período as tropas receberão cerca de 30 aviões novos.

    Mais:

    Novo caça interceptor russo MiG-41 voará no espaço e poderá ser não tripulado
    Russófobo? Líder ucraniano voa em MiG-29 russo no dia da Força Aérea do seu país (VÍDEO)
    Combate, destruição e agilidade: MiG promove novo caça na América Latina
    Tags:
    tecnologia furtiva, defesa, caça, avião, MiG-29, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik