23:32 16 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Radar

    China está testando radar 'onividente'

    © Sputnik / Mikhail Fomichev
    Defesa
    URL curta
    12242
    Nos siga no

    A mídia de Hong Kong informou sobre o início dos testes do protótipo do radar de Terahertz (T-radar) que usa ondas de frequência ultraelevada. Segundo o especialista militar russo, Vasily Kashin, a China está desenvolvendo essa tecnologia de forma muito rápida.

    Kashin disse à Sputnik China que a criação desse tipo de equipamentos vai mudar todo o sistema de defesa mundial. Entretanto, segundo o especialista, a produção em série do radar de Terahertz ainda levará muito tempo.

    De acordo com ele, os radares com emissões de frequências ultraelevadas e com comprimento de onda inferior a um milímetro funcionam no espectro intermédio entre as ondas de rádio e as de luz. Usando esse radar será possível captar as imagens dos objetos através de obstáculos e receber o sinal refletido das aeronaves do inimigo, apesar de elas possuírem material absorvente de radar (RAM na sigla em inglês).

    Esses radares poderão detectar até os chamados caças invisíveis. Se esses sistemas forem instalados em satélites e aviões de vigilância, será possível detectar os submarinos dos adversários. Essa tecnologia poderá também ser usada em estudos geológicos e trabalhos de salvamento.

    Vários centros científicos chineses estão trabalhando sobre o desenvolvimento do radar de Terahertz. Em junho de 2016, uma divisão da empresa China Electronics Technology Group (CETC) declarou que criou um protótipo do T-radar. Recentemente, o jornal South China Morning Post escreveu que uma divisão da empresa China North Industries Corporation também está realizando estudos sobre esse tipo de radares.

    Quanto à Rússia, duas empresas estão desenvolvendo T-radares. Uma delas é a empresa privada Sistemas Radiotécnicos e de Informação (RTI, na sigla em russo). A outra é a empresa KRET, que faz parte da corporação estatal Rostec. A RTI informou sobre a criação de um protótipo de T-radar em 2015, enquanto a KRET conseguiu fazer isso em julho de 2017.

    Espera-se que esses radares sejam instalados nos aviões da sexta geração ou nas modificações mais modernas dos aviões de quinta geração, tais como o caça russo Su-57. Possivelmente, a China também planeja instalar T-radares nos seus caças da sexta geração, afirmou Kashin.

    Mais:

    Coreia do Norte está construindo radar perto da costa sul-coreana
    Radar do futuro: Exército russo receberá sistema caçador de drones avançado (VÍDEO)
    China desenvolve radar quântico capaz de detectar aviões furtivos
    Tags:
    defesa, aviação, Rússia, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar