20:47 21 Novembro 2017
Ouvir Rádio
    Caça russo de quinta generação Su-57

    Su-57 vs. F-22: comparação entre mísseis dos caças de quinta geração

    © Sputnik/ Ramil Sitdikov
    Defesa
    URL curta
    229579233

    O caça russo Su-57 é frequentemente comparado com outro caça de quinta geração, o F-22 Raptor de produção estadunidense. A revista russa Svobodnaya Pressa analisou recentemente as munições de ambos os aviões militares para descobrir quais são as mais potentes.

    Pelo menos 14 tipos de armamento estão sendo criados para as aeronaves russas Su-57. Entre eles há mísseis ar-ar e ar-terra com diferentes alcances e bombas guiadas. Quase todas as munições devem estar localizadas no interior da fuselagem com vista a diminuir sua visibilidade.

    Contudo, também há mísseis não ordinários que não cabem no seu compartimento de bombas. Esses projéteis possuem muitas vantagens, um alcance extremamente longo e grande potência. Está previsto que essas armas sejam colocadas no exterior da asa, a não ser que os Su-57 tenham que se esconder dos radares inimigos.

    Por exemplo, quando o caça é usado como interceptor, a melhor opção é aniquilar o alvo a partir de longa distância. Nesse caso, o melhor míssil para esse tipo de tarefa será o inovador KS-172 que conta com um alcance de 400 km.

    Esse projétil é capaz de acelerar até 1.400 metros por segundo. O KS-172 pode eliminar alvos que voam a uma altura de entre três e 30.000 metros a uma velocidade de 1.100 metros por segundo. A ogiva do mencionado projétil pesa uns 50 kg.

    O principal rival desse míssil é o AIM-120D dos EUA, da classe ar-ar, que possui um alcance de 180 km. Esses mísseis são instalados nos F-22 Raptor. Diferentemente dos KS-172 russos, os AIM-120D estão dotados de sistema GPS. Não obstante, a velocidade do projétil é inferior a 1.200 metros por segundo. A ogiva pesa uns 18 kg.

    Apesar dessas desvantagens, o tamanho do míssil americano permite instalá-lo dentro do compartimento do caça, o que possibilita manter a baixa visibilidade do aparelho aos radares inimigos, conclui o autor do artigo da Svobodnaya Pressa

    Mais:

    'Invisível', novo caça Sukhoi Su-57 toma forma e chega em 2019 (FOTOS, VÍDEO)
    Tags:
    mísseis, caça, GPS, F-22 Raptor, Su-57, Svobodnaya Pressa, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik