20:32 18 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Tanque russo de terceira geração T-14 Armata

    Quando o tanque supermoderno Armata será produzido em série?

    © Sputnik/ Vladimir Astapkovich
    Defesa
    URL curta
    20212

    A produção em série do mais novo tanque russo Armata pode começar após 2019, disse o vice-premiê da Rússia, Dmitry Rogozin.

    "Espero que [o fabricante russo] Uralvagonzavod confirme que 2019 será o ano em que o Armata seja fornecido aos polígonos militares e que depois seja produzido em série", disse o político russo na terça-feira (20) durante uma reunião no Uralvagonzavod.

    Ele expressou a esperança que o Armata sirva as Forças Armadas da Rússia por dezenas de anos, tal como o tanque T-72.

    O tanque principal de combate T-14 Armata é o único tanque no mundo de terceira geração após a Segunda Guerra Mundial, e foi concebido totalmente pela Rússia. Está equipado com um canhão de alma lisa 2A83 de 152 mm com sistema de controlo remoto completamente digital e o complexo de defesa ativa Afganit que pode tanto eliminar fisicamente os alvos como os incapacitar.

    Ele foi desenvolvido sobre uma plataforma universal pesada criada recentemente que também serve de base para construir veículos de combate de infantaria, veículos de engenharia, veículos blindados pesados de transporte de tropas, bem como outro equipamento técnico.

    Como informou Dmitry Rogozin anteriormente, os volumes de compras do tanque serão definidos em setembro, após o veículo já ser apresentado na sua versão completa ao presidente Vladimir Putin.

    Mais:

    Turquia mostra tanque avançado para operações urbanas (FOTO, VÍDEO)
    Bielorrússia apresenta versão modernizada do tanque T-72 (FOTOS)
    Tags:
    tanque, T-14 Armata, Uralvagonzavod, Dmitry Rogozin, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik