09:03 03 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    30215
    Nos siga no

    No âmbito de um acordo bilionário, celebrado com a Arábia Saudita, os Estados Unidos fornecerão a Riad as baterias de complexos antimísseis THAAD, aviões de vários tipos, navios, veículos de combate e mais de 100 mil munições, afirma o portal Defense News, referindo-se ao documento emitido pela Casa Branca.

    O presidente dos EUA, Donald Trump, fez sua primeira visita oficial à Arábia Saudita, durante a qual foi celebrado um acordo de fornecimento de armas no valor de 110 bilhões de dólares (R$ 359 bilhões).

    O documento oficial, cuja autenticidade foi confirmada ao portal por uma fonte anônima, revela os detalhes do acordo e o valor de certos equipamentos comprados pela Arábia Saudita. Ao mesmo tempo, o Defense News assinala que os números podem mudar no decorrer das conversações e depois de as condições serem definidas.

    Atualmente, sabe-se que 13,5 bilhões de dólares (R$ 44 bilhões) serão gastos com 7 baterias THAAD, cujo fornecimento está planejado para 2023-2026. Quase 5 bilhões de dólares (R$ 16,3 bilhões) irão para munições "inteligentes" (guiadas) de 5 tipos. Outros 7 bilhões de dólares (R$ 22,8 bilhões)serão investidos na modernização dos sistemas antiaéreos sauditas Patriot.

    Uma soma significante foi destinada pela Arábia Saudita à compra de aviões, entre outros os modelos Lockheed Martin KC-130 e Lockheed C-130 Hercules, bem como dos caças F-16. Outros 6 bilhões de dólares (R$ 19,6 bilhões)serão precisos para a compra de 6 navios construídos pela corporação americana Lockheed Martin.

    Mais de 2 bilhões de dólares (R$ 6,5 bilhões) foram alocados para reconstrução de veículos de combate e mais de um bilhão à compra de 200 veículos novos. Um bilhão e meio se alocará para comprar novas obuses. A lista é fechada com a programação bélica avançada, onde serão investidos 18 bilhões de dólares (R$ 58,7 bilhões).

    Mais:

    Trump ignora 'tremenda participação saudita no terrorismo sunita' em troca de petróleo
    Líder supremo do Irã chama o governo saudita de 'incompetente'
    EUA aprovam venda de radares para Arábia Saudita
    Tags:
    aliança militar, fornecimento, F-16, THAAD, Casa Branca, Lockheed Martin, EUA, Arábia Saudita
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar