11:44 22 Julho 2017
Ouvir Rádio
    Participantes dos festejos comemorando os 105 anos de nascimento de Kim Jong-il são vistos com bandeiras na praça principal em Pyongyang

    Bomba nuclear não é única arma mortal da Coreia do Norte

    © Sputnik/ Ilia Pitalev
    Defesa
    URL curta
    3721437523

    Nos últimos meses, a Coreia do Norte tem mostrado ao mundo seu potencial através de uma série de testes de mísseis e armas nucleares. No entanto, Pyongyang tem outras armas poderosas "esquecidas por todos", que "quase de certeza" serão usadas se uma guerra for desencadeada.

    No artigo do analista Kyle Mizokami para a revista norte-americana The National Interest trata-se de produtos químicos que, de acordo com Mizokami, Pyongyang não hesitará em usar para criar todos os tipos de armas, incluindo substâncias para controlo de tumultos e até gases letais. O analista disse que a Coreia do Norte usará produtos químicos para "criar uma vantagem tática local na frente" e neutralizar algumas ameaças às suas forças, tais como a aviação.

    O autor observa que os "prodigiosos" mísseis e artilharia do país liderado por Kim Jong-un permitiriam realizar ataques químicos contra a Coreia do Sul "da Zona Desmilitarizada a Busan". Além disso, alertando sobre o "grande número" dos sistemas de lançamento de mísseis da Coreia do Norte, Mizokami acredita que seria "impossível" eliminar a ameaça química durante o tempo de guerra. 

    O autor afirma que os militares norte-coreanos realizam "regularmente" exercícios relacionadas com ataques químicos, enquanto o país produz equipamento de proteção e sistemas de deteção. O especialista destaca que, em primeiro lugar, essas armas seriam usadas para eliminar as forças de defesa dos inimigos do país, acrescentando que Pyongyang poderia, assim, derrotar o exército dos EUA e Coreia do Sul.

    Entre os alvos mais prováveis de um ataque, de acordo com o analista, estão as forças sul-coreanas estacionadas ao longo das fronteiras entre os dois países, portos e bases aéreas de Seul e Washington. Ele também não descarta a possibilidade de a Coreia do Norte usar armas químicas contra civis.

    As tensões em torno das atividades da Coreia do Norte aumentaram drasticamente nos últimos meses, depois que Pyongyang realizou vários testes nucleares e lançamentos de mísseis balísticos, violando as resoluções do Conselho de Segurança da ONU.

    A Coreia do Norte declarou-se uma potência nuclear em 2005. Os Estados Unidos, Japão e a Coreia do Sul, bem como a Rússia e a China, participaram em negociações com Pyongyang sobre a desnuclearização da península coreana entre 2003 e 2009, quando a Coreia do Norte se retirou das conversações.

    Telegram

    Siga Sputnik Brasil no Telegram. Todas as notícias mundiais do momento em um só canal. Não perca!

    Mais:

    Ao menos 1 milhão de mortos: Como seria uma nova Guerra da Coreia?
    EUA estão dispostos a dialogar com Coreia do Norte, mas só com fim dos testes de mísseis
    Hackers da Coreia do Norte são suspeitos de criar vírus WannaCry
    Tags:
    ataque químico, armas químicas, EUA, Coreia do Sul, Coreia do Norte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik